in

ASAE apreende cerca de 4.000 litros de vinho adulterado

A ASAE, através da sua Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal, desencadeou, nas últimas semanas, uma investigação sobre venda de vinho falsificado ou adulterado.

Após recolher amostras direcionadas a um conjunto de vinhos disponíveis ao consumidor em espaços comerciais, esta autoridade efetuou análises laboratoriais, tendo sido verificados lotes com inconformidades físico-químicas, com falta de requisitos (defeitos das características analíticas e organoléticas), sendo ainda determinado que alguns produtos teriam “origem não vínica“, incluindo a adição de corante sintético.

Pelas fortes suspeitas de falta de genuinidade, os respetivos lotes de produtos foram identificados no circuito comercial, em operadores económicos localizados em vários pontos do território nacional, tendo sido apreendidos cerca de quatro mil litros de produto rotulado e apresentado comercialmente como “vinho” (tinto e branco).

Esta apreensão foi promovida cautelarmente, no âmbito de dois inquéritos-crime abertos para investigar o crime de produtos vitivinícolas anormais, incluindo a sua proveniência, produção e embalamento.

Adega de Vidigueira lança Vinho de Talha branco 2018

APN disponibiliza manual sobre sistemas de rotulagem Front of Pack