A REVISTA DOS NEGÓCIOS DA DISTRIBUIÇÃO

A REVISTA DOS NEGÓCIOS DA DISTRIBUIÇÃO

Clube do Grande Consumo

Vera Carvalho Cardina, advogada

Com a declaração do Estado de Emergência, em Março de 2020, motivada pela situação de pandemia causada pelo vírus da Covid-19 e o consequente confinamento obrigatório, as plataformas de venda electrónica ganharam um especial relevo, quer na vida das empresas, quer, particularmente, na vida dos consumidores.

O confinamento obrigatório, que se seguiu à Declaração de Estado de Emergência em Portugal, determinou o encerramento das lojas físicas de venda de bens considerados como não essenciais – e restringindo fortemente o acesso aos estabelecimentos que permaneciam abertos, com a imposição de restrições a horários de funcionamento e de número de clientes admitidos nas instalações – levou a que os consumidores, a fim de evitarem deslocações, procurassem meios alternativos para satisfazerem as suas necessidades de consumo, seja de bens essenciais, seja de bens não essenciais. Os meios de compra à distância, com a Internet à cabeça, em forte crescimento nos últimos anos, surgiram como primeira alternativa viável e eficaz para os consumidores. Esta alteração na forma como a procura se apresentava no mercado levou a que, do lado da oferta, inúmeras empresas apostassem nos meios de compra à distância, nomeadamente digitais.

Segundo dados do INE, “a percentagem de utilizadores de comércio eletrónico registou em 2020 o maior aumento da série iniciada em 2002, mais 7 p.p. que em 2019. Em 2020, 44,5% das pessoas dos 16 aos 74 anos fizeram encomendas pela internet nos 12 meses anteriores à entrevista e 35,2% nos 3 meses anteriores. A quantidade de encomendas através de comércio eletrónico aumentou significativamente: o grupo dos utilizadores que fizeram 3 a 5 encomendas aumentou 4,0 p.p., os que fizeram 6 a 10 encomendas aumentou 9,5 p.p. e os que fizeram mais de 10 encomendas aumentou 6,9 p.p. A importância despendida por encomenda também aumentou, em mais 15,7 p.p. no caso de encomendas entre 100 e 499 euros e mais 8,0 p.p. para encomendas de valor igual ou superior a 500 euros”.

O crescimento exponencial deste mercado acarretou preocupações acrescidas quanto à segurança das transacções, ao seu processamento e, naturalmente, quanto aos direitos e deveres tanto das empresas, como, sobretudo, dos consumidores. 

 

Fenómeno acompanhado

Naturalmente, a União Europeia tem vindo a acompanhar o fenómeno e a reforçar, ao longo dos anos, a legislação em matéria de consumo. Todas estas modificações na forma de aquisição de bens e/ou serviços deram origem a um conjunto de iniciativas legislativas da União, encontrando-se, presentemente, a decorrer o prazo para transposição para o nosso ordenamento jurídico, através do competente acto legislativo nacional, de três Directivas neste âmbito.

A Directiva (UE) 2019/770 do Parlamento Europeu e do Conselho de 20 de Maio de 2019, que regulamenta certos aspectos relativos aos contratos de fornecimento de conteúdos e serviços digitais, e a Directiva (UE) 2019/771 do Parlamento Europeu e do Conselho de 20 de Maio de 2019, relativa a certos aspectos dos contratos de compra e venda de bens, deverão ser transpostas até 1 de Julho de 2021, sendo que as suas normas apenas poderão ser aplicadas a partir de Janeiro de 2022.

Por seu turno, a Directiva (UE) 2019/2161 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de Novembro de 2019 (a chamada “Directiva Omnibus”), que visa assegurar uma melhor aplicação e a modernização das regras da União em matéria de defesa dos consumidores, deverá ser transposta até 28 de Novembro de 2021 e as suas normas deverão começar a ser aplicadas a partir de 28 de Maio de 2022. Esta Directiva assume particular interesse, porquanto a mesma vem alterar a Directiva 2011/83/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 25 de Outubro de 2011 (a Directiva Direitos dos Consumidores), introduzindo, entre outras questões, os conceitos de “mercado em linha” e de “prestador de um mercado em linha”, vulgarmente conhecidos como os Marketplaces.

 

Plataforma electrónicas

Nos últimos anos, várias plataformas electrónicas têm vindo a disponibilizar, paralelamente à venda aos seus produtos, espaços de venda para empresas e particulares terceiros à sua actividade, os quais funcionam de forma independente das plataformas electrónicas onde se inserem. Na maioria das vezes, estes profissionais ou consumidores encontram-se inclusivamente fora de território nacional e até da União Europeia, regendo-se por normas diversas àquelas a que as plataformas estão submetidas. Este aspecto é fundamental porquanto, em algumas plataformas, pode não ser imediatamente perceptível para o consumidor qual a proveniência do produto que pretende adquirir e quais os direitos a ele associados (por exemplo, prazos de garantia).

A União Europeia pretende criar um conjunto de obrigações de informação por parte da entidade que disponibiliza o Marketplace, o prestador em linha, nomeadamente quanto aos principais contornos do negócio, identidade da entidade a contratar, dos direitos que lhe assistem em termos de legislação aplicável e das obrigações contratuais desses terceiros. Esta informação deve ser prestada de forma clara, precisa e completa, de modo a ser facilmente apreendida pelo consumidor. Outros direitos devem, também, ser acautelados, nomeadamente em matérias relevantes, como sejam a das trocas, devoluções e garantias. Caberá agora a cada um dos Estados Membros desenvolver as linhas gerais estabelecidas nas várias Directivas e regulamentar a forma como estes deveres e direitos serão exercidos nos seus países.

O Governo português já expressou a sua intenção de prestar particular atenção ao tema dos Marketplaces, nomeadamente, através de uma eventual responsabilização do prestador em linha perante o consumidor. Contudo, na presente data, é ainda cedo para avaliar que repercussões esta legislação poderá vir a ter no funcionamento e, até mesmo, na manutenção dos Marketplaces como os conhecemos.

 

Nova Agenda do Consumidor

Saliente-se ainda que a Comissão Europeia aprovou, no final do ano passado, a Nova Agenda do Consumidor para os próximos cinco anos, onde se abordam alguns temas derivados da situação de pandemia vivenciada e dos novos desafios que esta colocou, e continua a colocar, às empresas e aos consumidores. Dos cinco domínios essenciais previstos na referida agenda, frise-se o domínio da transformação digital, onde se prevê, entre outras, a revisão da Directiva Direitos dos Consumidores, de modo a combater as práticas comerciais em linha que desrespeitem o direito dos consumidores, e o domínio da protecção dos consumidores no contexto global, elaborando-se um plano de acção com a China para reforço em matéria de segurança dos produtos que são comercializados através da Internet.

Em conclusão, nos próximos anos, esperam-se profundas alterações em matéria de direito do consumo, sendo criados novos mecanismos e deveres a serem adoptados pelos profissionais para protecção dos consumidores.

*a autora escreve ao abrigo da grafia pré-Acordo Ortográfico

27 Maio 2021
Vera Carvalho Cardina, advogada
Vera Carvalho Cardina
Advogada

Bastam 5 segundos para comprar algo nesta nova loja Continente

O Continente abriu a sua primeira loja sem caixas, nem registo de produtos. Inaugurada no centro de Lisboa, a loja Continente Labs recorre a tecnologia de machine vision da startup portuguesa Sensei para evitar filas, caixas ou qualquer registo/scan de produtos: basta pegar e levar. O espaço está equipado com 230 câmaras e 400 sensores que associam os produtos recolhidos (e devolvidos) das prateleiras por cada cliente, criando carrinhos de compras virtuais, e o pagamento é processado automaticamente através do cartão associado.

Continente Labs: a primeira loja sem caixas do Continente

O Continente abriu a sua primeira loja sem caixas, nem registo de produtos. Inaugurada no centro de Lisboa, a loja Continente Labs recorre a tecnologia de machine vision da startup portuguesa Sensei para evitar filas, caixas ou qualquer registo/scan de produtos: basta pegar e levar. O espaço está equipado com 230 câmaras e 400 sensores que associam os produtos recolhidos (e devolvidos) das prateleiras por cada cliente, criando carrinhos de compras virtuais, e o pagamento é processado automaticamente através do cartão associado.

Últimos Artigos

  • Valor
    in

    EDP lidera ranking das marcas portuguesas mais valiosas

    A consultora OnStrategy acaba de divulgar os resultados do estudo “Marcas Portuguesas Mais Valiosas 2021”, reportando aos resultados financeiros de 2020. Entre mais de 200 marcas portuguesas que publicam as suas contas, destaca-se a EDP como a marca com maior valor financeiro (2.850 milhões de euros) e a Caixa Geral de Depósitos, como a marca […] Saber mais

  • Laptop Web Auchan PT 3
    in

    in-Store Media e Auchan lançam oferta omnicanal de Retail Media em Portugal

    A in-Store Media e Auchan Portugal juntaram-se para lançar uma oferta de comunicação no ponto de venda que permite impactar clientes em qualquer fase do seu processo de compra, seja online, mobile ou em lojas físicas, com circuitos adaptados a cada canal. O retalhista torna-se, assim, o primeiro em Portugal a oferecer uma proposta integrada […] Saber mais

  • in

    Fim da guerra comercial entre os Estados Unidos e a União Europeia

    O presidente norte-americano, Joe Biden, pôs fim à guerra comercial com a União Europeia encetada pelo seu antecessor, Donald Trump, no recente encontro que teve com os líderes europeus. Durante a cimeira decorrida em Bruxelas, foram acordadas tréguas na disputa transatlântica sobre os subsídios às fabricantes de aeronaves, que se arrastava há 17 anos. “Penso […] Saber mais

  • Publicidade

  • H&M
    in

    Vendas da H&M crescem 62%

    A H&M concluiu o seu segundo trimestre fiscal, compreendido entre 1 de março e 31 de maio, com uma faturação de 4.615 milhões de euros, mais 62% que no mesmo período de 2020. Em moeda local, o crescimento foi de 75%. A cadeia de moda assegura que a evolução das suas vendas continuou afetada pela […] Saber mais

  • exportações
    in

    Brexit potencia queda nas exportações agroalimentares europeias

    Em janeiro e fevereiro, o valor das exportações agroalimentares da União Europeia ascendeu a 28.500 milhões de euros, menos 6% que no mesmo período de 2020. Também o valor das importações caiu, cerca de 12,5%, para os 18.200 milhões de euros. Deste modo, o superavit comercial agroalimentar do primeiro bimestre situou-se em 10.300 milhões de […] Saber mais

  • Juan Manuel Morales
    in

    Juan Manuel Morales é o novo presidente do EuroCommerce

    Juan Manuel Morales, diretor geral da IFA, é o novo presidente do EuroCommerce, organização europeia do comércio, que engloba as associações nacionais do sector de 31 países e representa 5,4 milhões de empresas de distribuição grossista e retalhista. Juan Manuel Morales, que substitui no cargo Régis Degelcke, irá iniciar o seu mandato de três anos […] Saber mais

  • Publicidade

  • Pesca artesanal Senegal
    in

    Greenpeace denuncia “roubo” de pescado na África Ocidental por parte de empresas europeias

    A Greenpeace denuncia que, todos os anos, as empresas europeias contribuem para o que define como o “trágico desvio” de peixe fresco, essencial para manter a segurança alimentar de mais de 33 milhões pessoas na região da África Ocidental. De acordo com um estudo da organização não governamental (ONG) e da fundação Changing Markets, mais […] Saber mais

  • MyCloma Fest
    in

    MyCloma Fest é o novo mercado sustentável do Porto

    É já no próximo fim-de-semana que a Rua do Monte Alegre, no Porto, que se vai realizar o MyCloma Fest. A rua será invadida por milhares de peças de roupa e de livros em segunda mão, mas também por projetos de arte Eco, música, comida de conforto e workshops ligados à sustentabilidade. O promotor do […] Saber mais

  • Amazon
    in

    Amazon será o maior retalhista norte-americano em 2022

    A Amazon está a caminho de ultrapassar a Walmart como o maior retalhista dos Estados Unidos. De acordo com uma investigação publicada pela JPMorgan, a gigante do e-commerce norte-americana pode derrubar a sua congénere, que é também a maior retalhista do mundo, em 2022. O negócio de retalho da Amazon nos Estados Unidos é o […] Saber mais

  • Publicidade

  • Carrefour
    in ,

    Carrefour lança uma plataforma de retalho omnicanal

    O Carrefour anunciou o lançamento do seu projeto Carrefour Links, para completar a transformação digital do grupo, iniciada em 2018, e abrir uma nova linha de atuação. De acordo com a insígnia, trata-se de uma plataforma retalhista de media e desempenho, que permite aos parceiros desenhar uma melhor experiência de cliente. Os consumidores estão cansados […] Saber mais

  • Santini
    in ,

    Santini abre a sua primeira loja no Algarve

    A Santini, marca de gelados que aposta numa produção artesanal, acaba de abrir a sua primeira loja no Algarve. Localizada na baixa de Faro, a primeira loja da marca na região surge em formato loja balcão, no primeiro hotel de cinco estrelas de Faro da marca 3HB Hotels. “A inauguração da primeira loja no Algarve […] Saber mais

  • produtos sustentáveis
    in

    52% dos consumidores compra já produtos sustentáveis

    Para acelerarem mais a transição ecológica, é essencial que os consumidores optem, cada vez mais, por produtos e serviços sustentáveis. Um caminho que parece estar a ser trilhado, quando nove em cada 10 inquiridos confirmam valorizar produtos, empresas e marcas sustentáveis. No entanto, no momento de comprar, só 11% afirma escolher exclusivamente empresas e produtos […] Saber mais

  • Publicidade

  • Unilever
    in ,

    Unilever expande testes com embalagens reenchíveis no Reino Unido

    A Unilever anunciou a expansão dos testes de embalagens que podem ser reenchidas, ​​em todo o Reino Unido, incluindo a colocação dos primeiros postos de reenchimento em supermercados Asda e lojas de conveniência Co-op selecionados. Após o teste bem-sucedido na loja sustentável da Asda, em Leeds, no ano passado, a Unilever adianta que a iniciativa […] Saber mais

  • Croft
    in

    Croft anuncia o lançamento do Croft Pink & Tonic

    A Croft, fundada em 1588, e a mais antiga empresa que ainda permanece ativa como produtora de vinho do Porto, apresenta agora o novo Croft Pink & Tonic. O Croft Pink & Tonic é apresentado numa prática e conveniente lata de 250 mililitros, que é, adicionalmente, 100% reciclável. O seu volume foi pensado para que […] Saber mais

  • Terminal
    in

    Terminal é nova marca portuguesa de gin

    Terminal Dry Gin é uma nova marca portuguesa criada pela Portuguese Craft Beer (PCB), empresa do humorista João Seabra, para distribuição exclusiva em todo o país da empresa Costas & Oliveira, de Vila Nova de Famalicão. O Terminal Dry Gin apresenta-se como “um gin leve e versátil, perfeito para cocktails e aperitivos”, explica João Seabra. […] Saber mais

  • Publicidade

  • Nespresso
    in ,

    Nespresso e Caran D´Ache apresentam coleção feita a partir de cápsulas recicladas e borra de café

    A Nespresso e a Caran d’Ache uniram-se para o lançamento da sua quarta coleção, para a criação de duas peças exclusivas que aliam design e reciclagem. O sucesso das três edições anteriores da caneta esferográfica Caran d’Ache + Nespresso 849 deu origem a uma nova coleção. Juntas projetaram a primeira lapiseira feita com alumínio de […] Saber mais

  • Mango centro logístico
    in ,

    Mango inicia obras de ampliação do seu centro logístico em Lliçà d’Amunt com investimento de 35 milhões de euros

    A Mango começou as obras de ampliação do seu centro logístico na localidade de Lliçà d’Amunt, em Barcelona. A ampliação, que estava projetada desde o momento em que se desenhou o centro logístico, significa um investimento de aproximadamente 35 milhões de euros e permitirá à empresa poupar 25% nas despesas de preparação deste canal online. […] Saber mais

Carregar mais
Congratulations. You've reached the end of the internet.
Back to Top

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.