in

Península Ibérica é uma das principais origens e destinos do transporte com temperatura controlada

Península Ibérica

A DB Schenker fez um balanço do ano, após meses de intensas mudanças causadas pela pandemia de Covid-19, revelando um crescimento positivo no segmento de transporte marítimo com um aumento de 3%, acrescentando 58 mil TEU (unidade de medida em Sea Freight) mobilizados na Península Ibérica em 2020.

A empresa também mostrou um aumento no mercado de contentores reefer – transporte refrigerado – de 35% no mercado ibérico.

A DB Schenker está no top 3 das maiores empresas de distribuição marítima, a nível mundial, e das empresas com maior volume de negócios em reefer, onde já trabalha para as indústrias de saúde e alimentar graças ao envolvimento de uma grande equipa de profissionais na gestão deste serviço.

O mercado anual de transporte marítimo em equipamento reefer é quantificado em cerca de nove milhões de TEU, com um crescimento global estimado de 4% por ano, até 2023 (11 milhões de TEU), encontrando na Península Ibérica uma das suas principais origens e destinos.

Com a chegada da vacina contra a Covid-19, com requisitos muito específicos sobre o trânsito a temperaturas até -70C, a relevância deste segmento foi posta na mesa para assegurar o fornecimento de mercadorias que, noutras condições, seria impossível transportar com sucesso. Assim, o segmento reefer cresceu 4% a nível mundial (dados de Seabury referentes ao período janeiro a novembro de 2020).

Miguel Ángel de la Torre, responsável de Ocean & Global Projects na Ibéria, da DB Schenker, explica que, “atualmente, este segmento tem um grande potencial de crescimento, graças ao aumento da procura de indústrias como a farmacêutica (medicamentos, vacinas, etc.), alimentar ou automóvel, que está a assistir a uma eletrificação progressiva. Esta última está a começar a precisar de mover produtos muito sensíveis, tais como baterias de automóveis elétricos“.

Do mesmo modo, o responsável indica que, “embora seja verdade que a crise de Covid-19 tenha tido um impacto desigual no mercado marítimo ou aéreo, já o transporte marítimo reefer revelou uma tendência de crescimento em 2020“.

 

DBSchenkerReefer

Aproveitando o contexto propício nos últimos meses, a empresa lançou no mercado ibérico a solução de transporte com temperatura controlada DBSchenkerReefer. O novo serviço garante uma cadeia de abastecimento marítimo ininterrupta e sem falhas, gerida por uma equipa especializada com um elevado conhecimento do manuseamento de contentores com este tipo de requisitos.

Vivemos numa época de grande perturbação ligada aos efeitos que a pandemia está a ter sobre as cadeias de abastecimento de muitas empresas. Este fator favorece um ecossistema de inovação e desenvolvimento de soluções que, como reefer, fornecem soluções e valor acrescentado aos clientes“, conclui Miguel Angel de la Torre.

Chep

CHEP é a nova parceira logística da Bel Portugal

Eludril

Eludril apresenta nova gama de colutórios para uso diário