in

Governo britânico aconselha retalho a preparar-se para um Brexit sem acordo

Foto Shutterstock

As autoridades do Reino Unido estão a aconselhar as cadeias de distribuição do país a fazerem stock de alimentos e outros produtos de grande consumo, dada a possibilidade de um Brexit sem acordo.

De acordo com o The Sunday Times, os ministros e os retalhistas estão apreensivos quanto ao pânico que se possa gerar entre os consumidores, quando a memória ainda está fresca quanto ao que se passou no início da pandemia de Covid-19, com as corridas às lojas para se abastecerem destes bens, sobretudo, de papel higiénico. Teme-se que, nas próximas semanas, se possa gerar alguma escassez de alimentos, devido a este tipo de comportamento impulsivo.

 

Saída da União Europeia

O Reino Unido abandonou a União Europeia em janeiro, mas, nos termos do acordo, ainda faz parte do mercado único até 31 de dezembro, quando finda o período de transição.

Atualmente, as negociações entre ambas as partes encontram-se num impasse. A Comissão Europeia propôs um sistema de trocas comerciais sem direitos aduaneiros, nem quotas, caso sejam cumpridas determinadas condições, mas existe desacordo quanto às mesmas, designadamente, ao nível das pescas e concorrência.

Publicidade

SIVA

SIVA inclui as marcas da SEAT Portugal

Bolo-rei de Alvarinho

Bolo-rei de Alvarinho já está à venda