in

GLS antecipa aumento de encomendas a partir de outubro

encomendas

Datas como a Black Friday, Ciber Monday ou o Natal são sinónimo de aumento significativo de número de encomendas para a GLS (General Logistics Systems) e este ano não será exceção.

No seguimento dos dados registados nos anos anteriores, a GLS em Portugal antevê um aumento das encomendas em cerca de 30% para os meses de novembro e dezembro, começando esse aumento a notar-se já durante o mês de outubro com algumas marcas a antecipar o que se espera ser as tão aguardadas datas de grandes promoções de compras online.

Desde março deste ano, e devido ao confinamento provocado pelo COVID-19, o e-commerce registou números record tendo a GLS acompanhado essa tendência e registado um aumento do número de volumes em distribuição em maio e junho muito acima dos períodos homólogos anteriores.

Vivemos ainda um período de alguma incerteza e alguma contingência no que respeita a sair de casa e frequentar espaços públicos pelo que acreditamos que este ano os consumidores estão ainda mais adeptos das compras online como se veio a sentir no período de confinamento. Estamos convictos que a Black Friday, a Ciber Monday e mesmo o Natal vão ser meses muito fortes e é nesse sentido que a GLS aposta num reforço da equipa para dar resposta aos nossos clientes”, refere Víctor González, diretor geral da GLS em Portugal.

Medidas implementadas

No ano em que celebra o seu 15º aniversário em Portugal, a GLS tem vivido um dos melhores anos de sempre e apesar da exigência que este período do ano representa, a sua equipa assegura o bom funcionamento de toda a sua cadeia com 42 agentes (onde se incluem os dois centros operacionais da Grande Lisboa e Grande Porto) no continente e ilhas.

O COVID 19 mudou os paradigmas do consumo levando a que um maior número de clientes finais aderisse ao e-commerce e adaptassem a sua forma de fazer compras e isso trouxe também uma maior exigência para a GLS que procura diariamente satisfazer o aumento de encomendas sem nunca por em causa a satisfação dos clientes”, acrescenta Víctor González. “Nesse sentido, a GLS implementou algumas medidas com vantagens para os seus clientes, nomeadamente preços especiais para encomendas até 3kg, sejam estas de cariz nacional ou internacional, reforçando também desta forma a sua capilaridade europeia”, conclui.

Complementarmente, soluções como o FlexDeliveryService oferecem aos consumidores diferentes opções de receção das suas encomendas, trazendo assim maiores benefícios para os compradores online e respetivamente maior flexibilidade. Todas estas evoluções conferem à GLS uma proposta de valor muito relevante para os seus clientes e no apoio às suas estratégias de internacionalização e de exportação, ao mesmo tempo que oferece excelentes condições de capilaridade da rede doméstica da GLS Portugal aos clientes internacionais.

H&M

H&M lança máquina de reciclagem

Toys"R"Us

Compras online na Toys”R”Us disparam na pandemia