in

H&M lança máquina de reciclagem

H&M

Numa filial da H&M em Estocolmo, os clientes transformam as roupas velhas num novo item. Este projeto encaixa-se nos objetivos mais amplos de sustentabilidade da retalhista de moda.

A máquina de reciclagem Looop, que é do tamanho de um contentor, foi instalada numa loja em Drottninggatan, uma das ruas comerciais mais famosas de Estocolmo.

Agora, os clientes podem transformar tecidos antigos (mediante pagamento) num novo produto. Mais precisamente, a máquina limpa e destrói os itens trazidos e, eventualmente, transforma-os em algo novo. Notavelmente, a tecnologia não requer água ou produtos químicos. Todo o processo leva cerca de cinco horas.

 

Reciclagem de têxteis

O objetivo da máquina não é reciclar peças de vestuário numa escala industrial, garante Pascal Brun, chefe de sustentabilidade da H&M. O retalhista quer, principalmente, mostrar como funciona a reciclagem de têxteis e sensibilizar os clientes para reciclar roupas velhas.

Uma pesquisa da Ellen MacArthur Foundation mostrou que que 87% das roupas usadas são destruídas ou vão para o lixo. Apenas 1% das matérias-primas são utilizadas na confeção de roupas novas. O resto acaba como enchimento de colchões ou material de isolamento, escreve a Fast Company.

Looop faz parte da ambição do Grupo H&M de se tornar totalmente circular até 2040. Por exemplo, até 2030, a cadeia da moda quer apenas usar materiais reciclados ou produzidos de forma sustentável. No ano passado, essa quota foi de 57%.

tarifas

UE avisa EUA que vai impor tarifas se não houver acordos

Grupo GLS

GLS antecipa aumento de encomendas a partir de outubro