in

Combate às alterações climáticas começa em casa

Foto Shutterstock

Uma pesquisa da Ipsos para o Fórum Económico Mundial apurou que um em cada três adultos modificou o seu comportamento, devido às preocupações com as alterações climáticas. Entre as medidas mais tomadas estão as relacionadas com a utilização de água e de energia em casa, a gestão do desperdício e as escolhas alimentares.

17% dos inquiridos confirmaram que fizeram muitas mudanças no seu comportamento nos últimos anos, 52% fez algumas e apenas 23% não fez qualquer alteração. Os países onde os consumidores mais mudaram o comportamento para lidar com as alterações climáticas são a Índia (88%), o México (86%), o Chile (86%), a China (85%), a Malásia (85%) e o Peru (84%). O Japão foi o único dos países estudados onde os consumidores que fizeram mudanças de comportamento estão em minoria (31%) face aos que nada alteraram (47%). Os outros três países onde mais de um terço dos inquiridos não alteraram os seus comportamentos são os Estados Unidos (36%), a Holanda (35%) e a Rússia (35%).

Globalmente, as ações individuais para lidar com as alterações climáticas estão, essencialmente, centradas em torno da casa. 60% dos que indicam ter alterado o seu comportamento reduziram o consumo de água do lar, 57% aumentou o volume e frequência da reciclagem, 55% reduziu o consumo de energia, 50% aumentou o volume e frequência da reutilização de produtos, 46% reviu as suas escolhas alimentares e compras e 41% optou por eletrodomésticos mais eficientes.

Publicidade

Publicidade

Carrefour concretiza compra de ativos da Makro no Brasil

Consumidores a favor da personalização dos produtos