in ,

Vendas da Reckitt descem 1,1%

Foto mark_vyz/Shutterstock

A Reckitt concluiu o primeiro trimestre com vendas no valor de 4.032 milhões, menos 1,1% que no período homólogo de 2020. Numa base comparável, contudo, as vendas cresceram 4,1%.

As receitas da divisão de produtos de higiene cresceram 21,1%, para os 1.887 milhões de euros. Em contrapartida, a faturação dos produtos de saúde encolheu 16,4%, para os 1.292 milhões de euros, e o negócio de alimentação retrocedeu 12,3%, para os 853 milhões de euros.

 

Procura de Lysol e Dettol continua forte

2021 começou bem, com um crescimento de 4,1% nas vendas líquidas comparáveis, em linha com as nossas previsões”, assegura Laxman Narasimhan, CEO da Reckitt, que avança que as marcas Lysol e Dettol continua forte, já que os consumidores continuam atentos à propação do vírus.

Em termos de áreas geográficas, as vendas da Reckitt cresceram 3,2% na América do Norte, para os 888 milhões de euros. Porém, na Europa e Oceânia desceram 1,9%, para 937 milhões de euros. Já nos mercados em desenvolvimento caíram 3,6%, para os

1.068 milhões de euros.

Publicidade

NAN

Nestlé lança embalagem de fórmula infantil que utiliza materiais renováveis de origem vegetal

consumidor

Compras online crescem 9,6% em Portugal