in

Sector terciário quer isenção de IVA até dezembro

Os profissionais do sector terciário querem que o Governo isente todos aqueles que apresentaram prejuízos nos seus negócios, devido à pandemia, ou, no limite, reduza em 50% a taxa de valor acrescentado, em relação aos períodos de confinamento, até final de 2021, revela a Fixando num inquérito realizado junto de 5.600 prestadores de serviços inscritos na plataforma.

O inquérito, que visou saber o impacto do IVAUCHER nos negócios, revela que a medida não vai ter qualquer impacto e que os profissionais consideram insuficientes as medidas do Executivo, revelando que 58% dos negócios não é elegível.

Porém, os inquiridos acreditam que a extensão do IVAUCHER a todos os prestadores de serviços também não seria significativa, pois o prejuízo registado entre 2020 e 2021 nunca poderia ser compensado com esta medida: 26% terá mesmo que encerrar o seu negócio, nos próximos três meses, caso a conjuntura económica atual se mantenha.

Publicidade

Leroy Merlin inaugura em Alverca quarta loja do mês de junho

WUNDA Professional Barista

Nova bebida vegetal da Nestlé vai estar disponível no canal Horeca