in

Dona da Iglo aposta no desenvolvimento de produtos de peixe cultivados em laboratório

A Nomad Foods, empresa proprietária, entre outras, das marcas Iglo e Findus, aliou-se à empresa norte-americana BlueNalu no desenvolvimento de produtos de peixe com base no cultivo de células em ambiente de laboratório.

O maior grupo europeu de alimentos congelados revelou à agência Reuters os seus planos para comercializar produtos de peixe criados em laboratório, de modo a ajudar a responder ao crescimento da procura e a salvaguardar as reservas de pescado, a longo prazo. A Nomad Foods e a BlueNalu irão colaborar em matéria de pesquisa de mercado e de tendências de consumo, assim como na análise das necessidades em termos de aprovação regulamentar e na exploração de novas oportunidades nos mercados europeus. Recorde-se que a Europa é o maior importador de peixe. De acordo com a União Europeia, os cidadãos europeus consomem mais de três vezes mais do que produzem.

 

Processo

No processo desenvolvido pela BlueNalu, as células de peixes vivos são isoladas dos músculos, gordura e restante tecido, após o qual podem multiplicar-se. Não é utilizada qualquer modificação genética no processo, o que é particularmente importante no mercado europeu.

A BlueNalu está a desenvolver vários produtos de peixe diretamente a partir das células. O foco está nas está nas espécies que são, normalmente, importadas, difíceis de criar em regime de aquacultura, sobre pescadas, insustentáveis ou que, geralmente, contêm elevados níveis de poluentes ambientais.

Publicidade

Morrisons

Batalha pela compra da Morrisons vai resolver-se em leilão

Risco de desabastecimento leva Reino Unido a atrasar novamente controlos de importação de alimentos