in

Whisky escocês James Martin’s regressa a Portugal numa edição limitada

O famoso whisky escocês James Martin’s vai regressar numa rara edição limitada de 32 anos, disponível exclusivamente em Portugal.

James Martin’s é uma marca com uma longa e prestigiada história. Com o nome do seu fundador, James “Sparry” Martin, a James Martin & Co. foi estabelecida na capital da Escócia, Edimburgo, em 1878. Em poucos anos, os whiskies premium de James Martin’s ganharam prestigiadas medalhas em exposições internacionais.

James Martin’s forneceu a Casa Real Britânica, no início do século XIX, no reinado de Eduardo, e foi servido em transatlânticos de luxo, como Queen Mary e Queen Elizabeth após a Segunda Guerra Mundial. Introduzidos no mercado na década de 1950, os blends premium de 20 e 30 anos da James Martin’s continuaram a ser louvados nos anos 2000: o James Martin’s 30 Years Old foi premiado com uma medalha de ouro pelos juízes do International Wine and Spirits Competition, em 2004.

As últimas garrafas de James Martin’s foram lançadas no mercado em 2013 pela The Glenmorangie Company, a empresa detentora da marca desde 1912.

 

Lançamento em Portugal

Hoje, a marca registada James Martin’s regressa à vida pela mão de Bill Lumsden, diretor de criação de whisky da The Glenmorangie Company. Cremoso e frutado, com especiarias subtis, compreende uma seleção dos melhores whiskies misturados para o equilíbrio de riqueza e suavidade dos blends James Martin’s, intensificado ainda mais por 32 anos de envelhecimento em barrica.

Este lançamento será partilhado exclusivamente com os amantes de whisky em Portugal, país onde James Martin’s foi sempre uma referência do luxo. “Os grandes apreciadores de whisky de James Martin’s esperam ansiosos há bastante tempo pelo renascimento destas garrafas. Com este lançamento, vão perceber que valeu a pena esperar. Misturado a partir de uma seleção de whiskies excecionais envelhecidos, tem todos os sabores completos e arredondados pelos quais o whisky James Martin’s ainda é conhecido. Estes sabores generosos ficaram ainda mais enriquecidos pelos 32 anos em barrica. Com aromas de caramelo cremoso e notas de vinho Marsala, entrelaçado com sabores de tâmaras, especiarias suaves, citrinos e amêndoas revestidas de açúcar, o legado de James Martin’s continua vivo neste requintado whisky“, explica Bill Lumsden.

Publicidade

Revolut

Black Week faz disparar transações da Revolut em 46%

Too Good to Go

Too Good To Go desafia marcas a mudar rótulos de validade