in

“O nosso grande objetivo é tornarmo-nos na Amazon dos produtos e serviços de marketing”

Sérgio Vieira, CEO 360imprimir

Sérgio Vieira, CEO da 360imprimir, aborda as possibilidades que o recente investimento realizado veio permitir à companhia na diversificação da sua atuação. A expansão para novos mercados, o alargamento da gama de produtos e serviços, em conjunto com a intensa aposta em tecnologia e no desenvolvimento interno, são os eixos que balizam a atuação presente e futura da 360imprimir. Que se quer posicionar “como uma empresa que concentra todos os produtos e serviços de marketing, que uma pequena e média empresa necessita”.

 

Grande Consumo – Que balanço pode fazer da operação? A 360imprimir está hoje onde o plano de negócios previa?

Sérgio VieiraO nosso balanço é bastante positivo. Em 2013, quando a 360imprimir foi fundada, percebemos rapidamente que estávamos a revolucionar o mercado gráfico em Portugal, graças ao investimento em investigação e desenvolvimento que fizemos. Com este investimento, democratizámos o acesso a produtos promocionais de elevada qualidade a um preço acessível.

Ao longo destes anos, temos aumentado a nossa gama de produtos, conseguindo diversificar cada vez mais a oferta que temos.

Este ano de 2019, demos mais alguns passos para uma nova etapa de crescimento. Recentemente, entrámos em 17 novos mercados e, brevemente, a nossa oferta de produtos irá aumentar exponencialmente. Já alcançámos muitos dos objetivos a que nos propusemos, no entanto, temos muitos mais para cumprir.

 

GC – O que é que este investimento de 18 milhões de euros vem permitir à empresa?

SVO valor do investimento será alocado a três grandes vetores de crescimento. O primeiro é a entrada em 17 novos mercados, onde já operamos há cerca de seis meses. O segundo é a expansão da gama de produtos e serviços. O nosso grande objetivo é tornarmo-nos na Amazon dos produtos e serviços de marketing e, para isso, a dois anos, pretendemos ter mais de 20 mil produtos disponíveis no nosso site. Finalmente, apostar cada vez mais na tecnologia e no desenvolvimento interno. Sabemos que este é o nosso grande ativo e continuaremos a investir muito em investigação e desenvolvimento, porque esta será a principal fonte de vantagem competitiva da 360imprimir.

 

GC – Era uma capitalização necessária para dar continuidade à expansão?

SVEste investimento de série B, no valor de 18 milhões de euros, foi o necessário para expandir o negócio, aperfeiçoar o processo, recrutar talentos e conquistar novos mercados.

 

GC – Em que mercados já se fazem representar? Quais são os principais serviços prestados?

SVAtualmente, a 360imprimir está presente em 21 países. Nos primeiros anos, consolidámos o nosso negócio em Portugal e Espanha, seguindo-se o Brasil e o México. Recentemente, entrámos em mais 17 mercados: na América do Norte (Estados Unidos e Canadá) e os restantes na Europa ( Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Holanda, Itália, Irlanda, Noruega, Polónia, Reino Unido, República Checa, Suíça e Suécia).

Neste momento, temos mais de 400 produtos que se inserem em sete gamas distintas: pequeno formato (cartões de visita, flyers, folhetos, etc.), grande formato (lonas, roll-ups, bandeiras, etc.), carimbos, magnéticos, brindes (cadernos, lanyards, porta-chaves, canetas, etc.), têxteis (t-shirts, chapéus, fardas, etc.) e serviços de design (centenas de templates, design à medida e logótipo à medida). 

 

GC – Continua válido o objetivo de faturar 100 milhões de euros em 2021?

SVToda a nossa equipa trabalha diariamente para esse objetivo. Em 2018, faturámos 21 milhões, de euros, um crescimento de 80% face ao ano anterior, e estamos convictos que chegaremos ao objetivo de 100 milhões em 2021.

 

GC – Como é que vão atingir essa cifra? É um grande salto na faturação em apenas dois exercícios…

SVVamos continuar a ter um crescimento sustentado, como tem acontecido. Para isso, iremos continuar a investir em investigação e desenvolvimento, na diversidade e expansão de produtos e na consolidação da nossa presença em novos mercados.

Em 2021, queremos estar a comercializar 20 mil produtos. Este será um dos nossos grandes vetores de crescimento, pois irá posicionar-nos como uma empresa que concentra todos os produtos e serviços de marketing que uma pequena e média empresa necessita. Referimo-nos ao alargamento de gamas já existentes e agregação de novas, como sacos e embalagens de suporte ao ponto de venda, embalagens e consumíveis associados ao fabrico e à expedição de encomendas, revistas, catálogos, livros e derivados, etiquetas em rolos e algumas das sub-gamas de produtos para o canal Horeca.

 

GC – O alargamento do portfólio é decisivo para essa meta?

SVO alargamento de produtos irá dar mais soluções aos atuais clientes e captar novos, oferecendo os produtos e os serviços de marketing que procuram num só sítio. Acreditamos que, com esta evolução, os nossos clientes irão conseguir suprir todas as suas necessidades de marketing no nosso website.

 

GC – O que seria um bom ano de 2019 para a 360imprimir?

SVMais do que alcançar a meta dos 35 milhões de euros em receita, queremos aumentar, ainda este ano, a nossa oferta de produtos e aumentar a nossa penetração nos novos mercados.

Publicidade

Publicidade

Sonae e Eroski em parceria estratégica

58% dos portugueses organizam e planeiam a sua vida financeira