in

58% dos portugueses organizam e planeiam a sua vida financeira

De acordo com estudo Observador Cetelem Literacia Financeira, mais de metade dos portugueses (58%) mantém um bom controlo da sua vida financeira através de hábitos como a realização de um orçamento familiar.

No entanto, apenas 37% o faz com periodicidade mensal, 12% semanal e 2% diária. Um quarto dos portugueses revela, no entanto, não fazer nenhum orçamento familiar, uma tendência que é mais acentuada nos indivíduos da região Sul e ilhas (43%).

A grande maioria dos portugueses (88%) tem conhecimento do valor do rendimento do agregado familiar, mais quatro pontos percentuais (p.p.) em comparação com o ano passado. Destes, 29% sabe o valor com exatidão (menos 19 p.p.). Já a percentagem de participantes que diz saber o valor aproximado (59%) aumentou face a 2018 (36%). Não obstante a evolução, 13% continua a não saber o valor dos rendimentos do seu agregado familiar.

No que respeita as despesas mensais, 20% não sabe este valor com exatidão (menos 7 p.p.) e os que sabem o valor aproximado aumentam significativamente (de 55% para 67%). A percentagem de cidadãos que desconhece o montante das suas despesas mensais diminuiu, passando de 18% para 13%.

No que se refere ao conhecimento do saldo bancário, 56% dos portugueses só sabem também o valor aproximado e 15% revela não saber de todo. Só 29% sabe o valor exato.

Neste Observador Cetelem Literacia Financeira 2019, procurou-se igualmente apurar até que ponto os portugueses controlam as suas despesas definindo limites máximos para os seus gastos diários. Conclui-se que a grande maioria dos portugueses (73%) definem limites máximos, mas apenas 40% o faz de forma regular, enquanto 21% refere que raramente ou nunca faz este exercício orçamental.

Rever, renegociar ou cancelar serviços contratados com pouca ou nenhuma utilização como forma de diminuir despesas é algo que 40% dos portugueses afirmam nunca terem feito e apenas 28% o faz, sendo trimestralmente o período mais referido (10%)

Publicidade

Publicidade

“O nosso grande objetivo é tornarmo-nos na Amazon dos produtos e serviços de marketing”

Mondelez International muda direção de snacks de Portugal e Espanha