in

EUA: compras online de produtos alimentares cresceram 75% em 2020

A penetração do comércio eletrónico na indústria de bens de consumo nos Estados Unidos da América aumentou 30%, em 2020, em relação a 2019. Houve um crescimento de 75% em produtos alimentares e, em algumas categorias, as compras online duplicaram.

Além disso, 85% dos clientes que usaram canais online afirmam que estão satisfeitos com a sua experiência, diz uma análise da Bain & Company sobre as vendas online nos Estados Unidos de grandes empresas de produtos de consumo.

De acordo com a concsltora, as marcas tradicionais não aproveitaram ao máximo o “boom” das vendas pela Internet. Enquanto as vendas online aumentaram em todo o mundo, por exemplo, nos Estados Unidos, os operadores tradicionais de produtos de consumo mantêm uma lacuna de oito pontos percentuais na penetração do segmento online, em comparação com o mercado como um todo, nas suas categorias.

A Bain & Company afirma que, para atingir o seu potencial de crescimento digital, as marcas estabelecidas vão ter que abandonar o modelo operacional do passado. O relatório descreve ainda de que forma os modelos operacionais das empresas tradicionais diferem das “insurgentes”.

 

Empresas insurgentes

As empresas tradicionais, na sua maioria, usam duas ou mais estruturas organizacionais e os funcionários dependem de um gestor. Têm processos de tomada de decisões integrados global e regionalmente e equipas para atender, principalmente, às lojas físicas.

As empresas insurgentes usam equipas pequenas e dedicadas, focam a sua estratégia de marca nas vendas online e conseguem que diferentes equipas se juntem para executar projetos com total clareza e alinhamento. Além disso, não têm um processo arraigado, deixando espaço para experimentar e inovar.

Segundo André Carvalho, associate da Bain & Company, “as marcas grandes costumam ter oito pontos percentuais a menos de peso nas vendas online do que marcas mais jovens, pequenas/médias, as mesmas que estão a crescer mais rápido. Essas grandes marcas costumam estar nas mãos de empresas com estruturas organizacionais menos ágeis, onde o comércio eletrónico não é considerado prioritário, o que é um erro”.

Publicidade

Coviran

Amadora recebe novo supermercado Coviran

Bacalhau

Quota do bacalhau para 2022 aumenta 168%