in

Supermercado online Rohlik vai operar em 7 países em 2022

O supermercado online checo Rohlik continua a sua expansão europeia: em 2022, o será lançado em Itália, na Roménia e em Espanha, elevando para sete o número de países onde terá operação.

De acordo com a Retail Detail, nos novos mercados, o supermercado online será chamado de Sezamo. Até agora, o operava em cada país com uma insígnia diferente. Na Áustria, por exemplo, é chamado Gurkerl e na Alemanha opera sob a marca Knuspr.

Apesar dos diferentes nomes, a receita permanece a mesma: Rohlik é um supermercado online que entrega à porta dos consumidores em duas a três horas e oferece uma gama completa de produtos de supermercado. Sezamo, por exemplo, pretende oferecer cerca de oito mil artigos entregues dentro de três horas em Itália e duas horas na Roménia.

 

“Ser 10 vezes melhor”

O conceito é um cruzamento entre os serviços de entrega expresso e os serviços tradicionais de supermercado online. Na cidade alemã de Munique, a Rohlik alcançou recentemente o marco de mil encomendas por dia.

Claro que o velho hábito de ir ao supermercado é difícil de desaprender. Portanto, o que estamos a construir não deve ser apenas uma forma melhor de fazer compras de mercearia, mas 10 vezes melhor“, diz o fundador, Tomáš Čupr.

A jovem empresa já angariou 290 milhões de euros de financiamento, este ano, incluindo uma ronda de capital de 100 milhões de euros. Nessa altura, estimava-se que Rohlik valesse mil milhões de euros.

 

Expansão

Sezamo será lançado em Milão e Bucareste, no primeiro semestre do próximo ano, e em Madrid no segundo semestre. A Itália será o segundo maior mercado para a Rohlik, depois da Alemanha, pelo que também terá o seu próprio CEO, Andrea Colombo, atualmente no grupo de supermercados COOP Lombardy.

Nos próximos anos, Tomáš Čupr quer expandir-se para mais cidades na Alemanha, incluindo Frankfurt, Estugarda e Leipzig.

França consta também da agenda da Rohlik, embora ainda não haja planos definidos.

Publicidade

experiência do consumidor

Chave para atrair os consumidores é adaptar-se à integração do físico e do digital

Mondelez

Mondelez anuncia aumento de preços até 7%