in

Imóveis no Porto e em Lisboa atingem novos máximos

Comparativamente a 2020, o mercado imobiliário registou um crescimento acentuado no terceiro trimestre deste ano, com o preço médio por metro quadrado a aumentar cerca de 10%, em Lisboa e Porto, e as vendas imobiliárias a crescerem 21% em Lisboa e 17% no Porto, segundo dados da imobiliária virtual Imovendo.

Mais de metade deste crescimento é referente a construção nova, com mais de 2.500 fogos vendidos nas duas cidades, entre julho e setembro, embora ainda não esteja refletido o aumento dos preços dos materiais de construção e do combustível.

O mercado está a crescer e continua a dar sinais de valorização, não só no volume de vendas, mas também no preço médio por metro quadrado. A tendência para o aumento de preços vai continuar a verificar-se, fruto do aumento generalizado dos materiais de construção e dos combustíveis”, Constata Nélio Leão, CEO da Imovendo. “Por outro lado, as pessoas utilizam as casas de uma forma mais intensa e tomam a decisão de fazer este investimento, o que aumenta a procura”.

 

Arrendamento

Quanto ao mercado de arrendamento, embora em Lisboa se tenha registado um crescimento de 20%, no período em análise, o Porto registou um tímido aumento 5% no volume de negócios.

A estratégia que os bancos têm adotado, no que diz respeito à concessão de crédito bancário, com as taxas de juro baixas, acaba por compensar o aumento do preço por metro quadrado”, acrescenta Nélio Leão.

O preço do metro quadrado, tanto em Lisboa como no Porto, teve um aumento de 10% quando comparado com o ano anterior. É expectável que este facto se continue a verificar, o que pode impulsionar o mercado de arrendamento.

Publicidade

Douro Duet Collection

Quinta de Ventozelo lança segunda edição do Douro Duet Collection

Alimentação saudável

Portugueses mais preocupados com a sua alimentação e saúde