in

Hora de Encomendar atinge 100.000 visualizações e ultrapassa os 400 fornecedores registados

O Hora de Encomendar atingiu nesta quarta-feira 100 mil visualizações e ultrapassou 400 fornecedores ativos.

Criado há uma semana, com o objetivo de partilhar uma lista de fornecedores de entregas de bens essenciais durante o período de quarentena, o projeto já conta com esta informação para cidades como Lisboa, Porto, Braga, Guimarães ou Aveiro.

No site https://horadeencomendar.com/ é possível aceder a uma lista de pequenos e médios fornecedores que estão atualmente disponíveis para entregar encomendas em Portugal. É possível navegar por cidade e aceder a fornecedores de frescos, talhos, mercearias, padarias, peixarias, pastelarias, farmácias e até floristas ou lojas de animais, que estão ativamente a fazer entregas ao domicílio.

A ideia é evitar não só que as pessoas vão ao supermercado, mas também apoiar e garantir a subsistência de pequenos fornecedores que deixaram de ter como vender os seus produtos e, sozinhos, não têm como chegar às pessoas.

O projeto surgiu quando, entre amigos, se começaram a partilhar sugestões de fornecedores com entregas em casa em alternativa às grandes superfícies, cujas lojas online rapidamente ficaram entupidas. Segundo Joana Rodrigues dos Santos, fundadora do projeto, “a palavra-chave do Hora de Encomendar é a descentralização das entregas e dos fornecedores. Num momento em que as grandes superfícies têm tempos de espera elevados, os pequenos fornecedores podem ser a solução para as famílias. E assim resolvem-se dois problemas de uma vez só: os produtores continuam com clientes ativos e os clientes recebem as suas encomendas com a rapidez que precisam, por vezes de um dia para o outro“.

A plataforma conta com mais de 50 colaboradores que, todos os dias, atualizam a lista e fazem verificação de fornecedores ativos. Qualquer pessoa pode sugerir um negócio, sendo necessário incluir informações como o tipo de produtos que são entregues, o contacto mais direto e também as cidades onde estão a fazer as entregas.

Pernod Ricard adquire 100% da Monkey 47

APED Retail Summit 2020 adiado