in ,

Coca-Cola European Partners cria plataforma para a digitalização dos menus

Coca-Cola European Partners

A Coca-Cola European Partners (CCEP) está a apoiar os seus clientes do canal Horeca na transformação digital e adaptação dos estabelecimentos de restauração às limitações impostas pela Covid-19.

Para isso, a CCEP disponibiliza gratuitamente ao sector a plataforma www.ementadigitalcc.pt. Esta plataforma permite aos estabelecimentos digitalizarem o seu menu, em quatro passos simples, para que os clientes, através de um código QR, possam consultá-lo no seu telemóvel, respeitando os protocolos de higiene.

Esta é mais uma iniciativa de apoio ao canal Horeca e que reforça o posicionamento digital e tecnológico da CCEP em Portugal, respondendo a uma necessidade imediata dos nossos clientes, que precisam mais do que nunca da confiança dos consumidores. O canal Horeca é uma das nossas prioridades e é por isso que trabalhamos para facilitar o acesso dos consumidores aos produtos de uma forma segura e simples através dos seus telemóveis“, afirma Rui Serpa, VP & Country Manager da Coca-Cola European Partners Portugal.

 

Ementa digital

Para completar a digitalização do menu, os restaurantes devem registar-se na plataforma introduzindo os seus dados pessoais e os do seu estabelecimento. Uma vez concluída esta etapa, devem disponibilizar na plataforma as imagens ou documentos que compõem o menu.

Depois disto, o utilizador pode visualizar o aparecimento do seu novo menu online. Finalmente, é gerado um código QR que o utilizador recebe no seu e-mail e que pode utilizar no seu estabelecimento.

Trata-se de um sistema flexível, concebido para permitir novos desenvolvimentos ligados à digitalização do sector.

Esta nova iniciativa de apoio à indústria hoteleira vem juntar-se às já existentes desde o início do confinamento, como os planos de pagamentos flexíveis e adaptados às necessidades de cada cliente e o material de sinalética com as novas normas de higiene e segurança para um regresso à normalidade seguro.

Lipton

Apesar do lucro, Unilever mantém decisão de desinvestir da categoria de chá

Face ao encerramento de lojas, e-commerce da Fnac cresce 160%