in

Carrefour avalia venda do negócio na China

Foto Shutterstock

O Carrefour está a avaliar diferentes opções para o seu negócio na China, incluindo a venda, podendo, assim, seguir o mesmo caminho de outros operadores internacionais, que decidiram abandonar este mercado.

De acordo com o Blomberg, o retalhista francês está a trabalhar com uma consultora e já iniciou o processo de busca de potenciais interessados nestes ativos. O Carrefour ambiciona um preço de venda de mil milhões de dólares.

Ainda não foi, contudo, tomada qualquer decisão quanto à venda ou outra opção para o negócio chinês.

O Carrefour abriu a sua primeira loja em Pequim em 1995, sendo um dos primeiros retalhistas estrangeiros a entrar naquele mercado. No ano passado, as vendas do grupo na China caíram 10%, para os 3,6 mil milhões de euros.

Publicidade

Publicidade

Regulador retifica capital da DIA detido pela LetterOne

Unidade de negócio de Healthcare da Reckitt Benckiser com nova liderança