in

Shoevenir: os ténis sustentáveis inspirados em cinco cidades portuguesas

Produzida em Portugal, a coleção alia turismo, arte e sustentabilidade

A Shoevenir, startup incubada na UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, acaba de lançar uma coleção de ténis sustentável e vegan. Produzida em Portugal, a coleção alia turismo, arte e sustentabilidade e retrata o Porto, Lisboa, Madeira, Açores e Algarve.

Criada por dois amigos de infância, Gonçalo Marques e Miguel Lopes, a Shoevenir utiliza materiais amigos do ambiente, como cortiça reciclada, pele sintética e uma sola 100% reciclável. Ainda assim, para compensar a pegada carbónica da produção, a marca planta uma árvore por cada par vendido. “Queremos continuar a ter memórias incríveis no nosso planeta, por isso, colocamos a sustentabilidade no centro de tudo. Isso significa melhores materiais, processos e ‘sneakers’ mais duradouros e versáteis”, destaca o cofundador Gonçalo Marques.

 

Coleção

Da primeira coleção da Shoevenir fazem parte seis modelos: Porto, Lisboa, Madeira, Açores, Algarve e Cloud. Cada modelo, através das suas cores e detalhes, estabelece uma conexão com a região que retrata. Já o Cloud, completamente branco, foi desenhado para todos aqueles que querem criar a sua própria memória ou simplesmente adotar um “look” mais “clean”. “A Shovenir quer que as memórias de um determinado lugar fiquem imortalizadas num ‘sneaker’, que façam relembrar locais, pessoas e histórias. Para isso, convidamos alguns dos melhores artistas nacionais no campo da ‘street art’, artes plásticas e design a criarem uma ilustração para cada lugar”, afirma o cofundador da startup.

Posteriormente, a ilustração criada pelo artista é aplicada no interior do “sneaker” e nos produtos complementares.

A ideia surgiu no final de 2019, quando os fundadores, formados em Gestão e Design, quiseram criar a lembrança ideal de uma viagem. Com a marca registada em Portugal e na União Europeia, e depois terem encontrado a fábrica JOVAN como parceiro de produção, a equipa começou a desenvolver o conceito. Em 2020, foram selecionados para o programa StartUP Voucher, para o Tourism Explorers, coorganizado pelo Turismo de Portugal, e para a Escola de Startups da UPTEC.

A partir de 15 de setembro, a marca vai lançar a campanha de crowdfunding na plataforma Indiegogo. Cada modelo terá o preço de 119 euros, mas o custo dos primeiros 100 pares em pré-encomenda será de 75 euros. As pré-reservas já podem começar a ser feitas no website da marca portuguesa.

Publicidade

artigos falsificados

ASAE apreende 300 mil artigos falsificados

exportação

Exportação de vinho do Alentejo cresce 20%