in

P&G bate previsão de vendas

Foto Shutterstock

A Procter & Gamble bateu as estimativas trimestrais de vendas, ao beneficiar de preços mais elevados e da procura de produtos de limpeza, devido ao aumento nas infeções por Covid-19.

As vendas líquidas aumentaram 6%, para os 20,95 mil milhões de dólares, também impulsionadas pelos aumentos de preços que a empresa implementou, no ano passado, para fazer face aos custos mais elevados das matérias-primas e dos fatores de produção.

 

Desempenho trimestral

Segundo a P&G, as vendas da unidade de cuidado da roupa e do lar, o maior segmento da empresa, aumentaram 8% no seu segundo trimestre fiscal, uma vez que a rápida disseminação da variante Ómicron, desde o final do ano passado, levou os consumidores a abastecerem-se novamente de detergentes e produtos de limpeza. Igual crescimento foi registado no segmento de cuidado da saúde.

Já o segmento de beleza registou um crescimento de 2%, em termos orgânicos, com os produtos para pele e os cuidados pessoais a registarem um crescimento de um dígito, impulsionados, principalmente, pelo aumento do volume derivado da inovação, crescimento do mercado e preços.

 

Perpsetivas

Para o ano fiscal de 2022, a P&G prevê agora um crescimento das vendas de 3% a 4%, acima da previsão anterior de 2% a 4%.

Publicidade

Amazon Style

Amazon vai abrir loja de moda onde os algoritmos sugerem o que experimentar

Socialfood

Glovo compra a plataforma de entrega de comida Socialfood