in

Efeitos das alterações climáticas deverão eliminar entre 11% a 14% da riqueza global

Foto Shutterstock

O aquecimento global deverá reduzir significativamente a riqueza mundial, em 2050, devido à queda nas colheitas, à propagação de doenças e aos riscos que a subida do nível das águas representa para as cidades costeiras.

De acordo com a seguradora Swiss Re, os efeitos das alterações climáticas deverão eliminar 11% a 14% da riqueza global, em 2050, comparativamente ais níveis de crescimento que seriam registados sem estas alterações. Esse valor representa uma redução anual de 23 biliões de dólares.

Algumas economias asiáticas poderão ter menos um terço de riqueza. “A nossa análise revela os custos potenciais que as economias poderão enfrentar se os governos falharem em agir decisivamente quanto ao clima”, afirma Patrick Saner, que está encarregue das previsões macroeconómicas globais na Swiss Re.

 

Pegada de carbono

A seguradora indica que, se os países forem bem-sucedidos em impedir que as temperaturas aumentem mais que 2ºC, como estipulado no Acordo de Paris, as perdas económicas, em meados do século, serão marginais. O estudo indica que a maioria das economias reduziriam não mais que 5%.

Contudo, os atuais níveis de emissões de dióxido de carbono estão muito aquém daqueles objetivos e as temperaturas, muito provavelmente, deverão aumentar 2,6ºC. Caso tal acontece, a economia norte-americana será 7% mais pequena que num mundo sem aquecimento global, e outras nações ocidentais, como o Canadá, a França e a Grã-Bretanha poderão perder entre 6% a 10% da sua riqueza potencial.

Para as economias mais pobres, que tendem a estar mais expostas ao aquecimento global e têm menor capacidade para adaptar as suas infraestruturas e resposta económica, as consequências serão mais dramáticas. Mesmo que as temperaturas apenas aumentem 2ºC, a Malásia, as Filipinas e a Tailândia crescerão menos 20%, estima a Swiss Re. Com um aumento de 2,6ºC, será um terço menos de riqueza.

 

Pior cenário

Este não é, de resto, o pior dos cenários, visto que os modelos da seguradora também contemplam um aumento da temperatura em 3,2ºC, em 2050. Caso tal aconteça, os níveis de riqueza naquelas três economias cairão quase para metade, a economia da Indonésia será 40% mais pequena e a da Índia 35%.

Publicidade

Comuniti e Alves Bandeira 1

Comuniti e Alves Bandeira lançam programa de descontos mútuos em compras online e abastecimentos

Heineken

Heineken ganha mais 80% no 1.º trimestre