in ,

98% dos gestores no sector do retalho reporta problemas na cadeia de abastecimento

Foto Shutterstock

Numa altura em que nos aproximamos da época festiva, 98% dos gestores do sector do retalho inquiridos pela First Insight e pelo Baker Retailing Centre da Wharton School disse estar a ter problemas na cadeia de abastecimento.

Um total de 100% disse que a disrupção afetará a próxima época de vendas de Natal e perspetiva que as interrupções se mantenham, pelo menos, até 2022.

Para mitigar o aumento dos custos, 59% indicou estar a subir os preços dos produtos ou os custos de envio para os consumidores. Apenas 2% não antecipava aumentos de custos, de acordo com o estudo.

 

Redução das margens

Entre os inquiridos, uma maioria considerável (68%) disse que prevê uma margem inferior a 10%. Outros 27% esperam uma redução da margem de 10% a 20% e 5% que as margens baixem mais de 30%.

Para recuperar alguma margem, 22% dos gestores indica estar a reduzir ou a eliminar as promoções que tinha planeado.

Os retalhistas estão também a trabalhar para melhorar a sua capacidade de previsão, a encontrar novos fornecedores, a racionalizar os sortidos, entre outras medidas.

Publicidade

Amazon

Abrandamento do comércio eletrónico afeta a Amazon

Carlsberg

Receitas da Carlsberg crescem 7% no 3.º trimestre