in ,

Volume de negócios da Unilever aumenta 4% no 3.º trimestre

Foto Shutterstock

O crescimento subjacente das vendas da Unilever, no terceiro trimestre, foi de 2,5%, com uma subida de 4,1% nos preços e 1,5% em volume. O volume de negócios aumentou 4%, para os 13.453 milhões de euros.

Conseguimos um bom trimestre, com um crescimento subjacente das vendas de 2,5%. A combinação das nossas decisões estratégicas e o foco na excelência operacional continuam a impulsionar o crescimento competitivo. O crescimento subjacente das vendas situa-se agora em 4,4% em termos homólogos e estamos confiantes de que estaremos dentro do nosso quadro de 3% a 5% para o exercício completo“, disse o presidente executivo, Alan Jope.

A empresa conseguiu crescer nos seus três mercados prioritários: Estados Unidos, China e Índia. O sudeste asiático continua a sofrer o impacto da Covid-19 e, consequentemente, registou o maior decréscimo de volume no trimestre.

O comércio eletrónico cresceu 38% e representa agora 12% das vendas. Impulsionada pelo portfólio, os seus novos negócios Prestige Beauty e Functional Nutrition cresceram dois dígitos cada.

A inflação dos custos mantém-se em níveis muito elevados e isso continuará no próximo ano. Respondemos e continuaremos a responder em todas as nossas categorias e mercados, adotando medidas de fixação de preços adequadas e implementando uma série de medidas de produtividade para compensar o aumento dos custos. Continuamos à espera de que os resultados estejam em linha com as nossas previsões de margem, que estão em torno da estabilidade para o ano inteiro“.

 

9 meses

A Unilever faturou 39.270 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2021, o que significa um aumento de 1,67% face ao mesmo período de 2020, quando as vendas se situaram nos 38.622 milhões de euros.

A beleza e os cuidados pessoais atingiram um volume de negócios de 16.108 milhões de euros, mais 1% do que no ano passado, enquanto a alimentação cresceu 3,9%, para 15.336 milhões de euros. Por outro lado, os cuidados do lar caíram 1,1%, mantendo-se nos 7.826 milhões de euros.

Por áreas geográficas, na Ásia, a multinacional obteve 18.132 milhões de euros, o que representa um aumento de 1,9%; na América cresceu 1,7%, para 12.409 milhões de euros, enquanto na Europa o volume de negócios situou-se em 8.729 milhões de euros, 1,1% acima do alcançado em 2020.

Publicidade

PayPal

Paypal negocia aquisição do Pinterest

Fnac fatura 165 milhões em Portugal e Espanha no 3.º trimestre