in

Taxa de desemprego deverá fechar acima dos 20% em 11 concelhos

Foto Shutterstock

A NOVA Information Management School (NOVA IMS), da Universidade Nova de Lisboa, e a COTEC Portugal, passam a disponibilizar um conjunto de previsões mensais para a taxa de desemprego em Portugal, através do dashboard COVID-19 Insights. Estas previsões encontram-se desagregadas por regiões (NUTS II) e por concelhos.

É de destacar o carácter inovador desta investigação, na medida em que esta é a primeira vez que se constroem previsões mensais para a taxa de desemprego para todos os concelhos de Portugal Continental”, nota Pedro Simões Coelho, professor catedrático da NOVA IMS e um dos coordenadores do projeto. “Este modelo de previsão do desemprego permite alargar o dashboard COVID-19 Insights, passando a incluir variáveis económicas e sociais”, aceescenta Jorge Portugal, Director-Geral da COTEC Portugal.

O modelo econométrico desenvolvido pela NOVA IMS assenta no pressuposto de que não ocorrerão medidas de “lockdown” universais na atividade económica portuguesa, pois esta é a hipótese tida enquanto mais provável pelos seus especialistas. De modo a garantir a fiabilidade das previsões produzidas, será atualizado mensalmente.

 

Previsões colocam taxa de desemprego nos 10,2%

Com os dados disponíveis no momento, e não esperando que novas limitações da atividade económica, tais como aquelas que sucederam em março deste ano, tenham lugar, prevê-se que a taxa de desemprego global possa atingir os 10,2% no final do ano.

Destaque para as regiões do Algarve, Lisboa e do Norte, onde a tendência negativa no emprego deverá ser mais evidente, atingindo mesmo a fasquia dos 11,4% na região do Algarve. Lisboa e Norte deverão chegar aos 10,7% e 10,4%, respetivamente.

Em contrapartida, no Alentejo e na região Centro a taxa de desemprego não deverá ultrapassar a barreira dos 10%, sempre abaixo da média nacional, mas ainda assim um valor muito elevado face à realidade anterior.

O modelo aponta para que, na performance por concelho, em termos de desemprego, ocorra uma grande dispersão durante 2020. À semelhança do que se verifica com as regiões, se há concelhos onde a taxa de desemprego não deverá ultrapassar os 6% (Oleiros, Mêda, Melgaço e Ferreira do Zêzere), ficando muito abaixo da média nacional, outros há onde se prevê que a taxa de desemprego oficial possa ultrapassar os 30% (Albufeira).

Entre os 278 concelhos de Portugal continental, 11 deverão encerrar 2020 com uma taxa de desemprego superior a 20%.

Publicidade

Galaxyzfold2

Galaxy Z Fold2 é a terceira geração de dispositivos dobráveis da Samsung

Farmatodo

Retail Consult desenvolve projeto em modelo 100% remoto na maior cadeia de farmácias da Venezuela