in

Sonae Sierra evitou custos de 15 milhões de euros com a implementação de medidas de ecoeficiência

Empresa reduziu emissões de CO2 em 84% desde 2005

A Sonae Sierra pretende ser uma empresa neutra em emissões de dióxido de carbono em 2040, antecipando em 10 anos a meta da Comissão Europeia de transformar a União Europeia no primeiro continente neutro em carbono.

Em 2020, a gestão sustentável da Sonae Sierra permitiu evitar 15 milhões de euros em custos operacionais, o que demonstra o valor criado pela implementação de medidas de gestão de energia, água e resíduos nos seus ativos. Face a 2002, a empresa reduziu o seu consumo de eletricidade em 66% e aumentou a percentagem de reciclagem de resíduos em 223%. Já desde 2003, a Sonae Sierra diminuiu o consumo de água 32% e, desde 2005, reduziu as suas emissões de CO2 em 84%.

 

Estratégia de sustentabilidade

O ano de 2020 marca uma evolução da estratégia de sustentabilidade na Sonae Sierra para, a partir de 2021, passar a focar-se em duas prioridades: ambiente urbano resiliente e colaboradores seguros, saudáveis e envolvidos.

Com a primeira prioridade estratégica, a empresa quer garantir as necessidades humanas e de negócio das cidades do futuro, assegurando a sua continuidade, ao tornar as operações sustentáveis e os edifícios resilientes, através de soluções de sustentabilidade e da inclusão de critérios de investimento responsável.

Já com a segunda prioridade estratégica, a Sonae Sierra quer garantir uma força de trabalho diversa, inclusiva e comprometida, assegurando o desenvolvimento das suas aptidões e produtividade numa cultura segura, saudável e empoderadora. “A estratégia de sustentabilidade da empresa evoluiu. Mantém-se no centro da estratégia de negócio, tal como o propósito de desenvolver soluções que criem valor partilhado para a empresa, o ambiente e a sociedade, mas amplia o foco no espaço urbano mais abrangente e não especificamente em retalho imobiliário. Por outro lado, alarga também a ambição para os seus colaboradores, passando a incluir nas suas prioridades a igualdade de género e a retenção de talento, a par do que já vinha sendo implementado para a segurança, saúde e motivação dos colaboradores. A empresa pretende também aumentar a consciencialização dos colaboradores, clientes, parceiros e demais stakeholders para a necessidade de se unir esforços para responder às alterações climáticas, definindo o objetivo de neutralidade carbónica para 2040, antecipando em 10 anos a meta da Comissão Europeia”, comenta Elsa Monteiro, diretora de sustentabilidade da Sonae Sierra.

 

Em 2020, a Sonae Sierra foi uma das 155 empresas multinacionais que assinaram a declaração Recovery Better, promovida pela iniciativa Science Based Targets, pelo Global Compact das Nações Unidas e pela We Mean Business Coalition, com o objetivo de instar os governos de todo o mundo a integrar a ação climática nos seus planos de recuperação económica pós-pandemia de Covid-19.

Publicidade

Digitalização

Fabricantes de bens de consumo irão investir 23,8 mil milhões de dólares na sua transformação digital

Nestlé campanha

Nestlé incentiva os portugueses a adotarem práticas mais sustentáveis nas suas vidas