Cervejeiros de Portugal
in

Sector cervejeiro já disponibilizou mais de 700 mil litros de desinfectante para combate à Covid-19

Como resposta ao desenvolvimento da Covid-19 em Portugal e a consequente escassez generalizada de desinfectantes em todo o país, o sector cervejeiro mobilizou-se para disponibilizar, até à data, mais de 700 mil litros de desinfectante a instituições pilares no combate à Covid-19.

A iniciativa de ceder o bactericida (o ácido paracético) que é rotinamente utilizado nas unidades produtivas como agente desinfetante, para agora ajudar a conter a propagação da Covid-19, partiu das microcervejeiras lideradas por Diogo Trindade, da cervejeira artesanal Lindinha Lucas, a que se associaram cerca de 60 cervejeiras artesanais e não artesanais, incluindo a SCC – Sociedade Central de Cervejas e Bebidas. Rapidamente propagou-se por todo o sector que, só na primeira semana, disponibilizou cerca 100 mil litros de ácido paracético diluído para limpeza dos blocos operatórios e unidades de cuidados intensivos. Hoje, a Cervejeiros de Portugal estima que ascenda os 700 mil litros de oferta de desinfectantes, visando instituições como centros de saúde, forças de segurança, proteção civil, serviços municipais e outras entidades públicas ou privadas, de norte a sul do país, incluindo Madeira.

Também outros associados da Cervejeiros de Portugal estão a desempenhar um papel relevante, nomeadamente a ECM – Empresa de Cervejas da Madeira na disponibilização de mais de 200 litros de álcool-gel à farmácia do Hospital Dr. Noélio Mendonça (Funchal) e o Super Bock Group que, em parceria com a destilaria Levira, já disponibilizou mais de 14 mil litros de álcool-gel a três unidades hospitalares na região do Porto.

Publicidade

Campari vai entrar na categoria de champanhe

Coronavírus

Estado de confinamento estimula e retrai determinados consumos