in

Protecionismo dos Estados Unidos é o principal risco global de 2018

De acordo com o mais recente “Economic Outlook” divulgado pela Crédito y Caución, a evolução do protecionismo dos Estados Unidos rumo a uma guerra comercial é, claramente, o maior risco que ameaçará a robustez do crescimento e do comércio global em 2018. “Não estamos convencidos de que os Estados Unidos da América vão realmente seguir com uma agenda protecionista”, refere o relatório, mas, se esse cenário se concretizar, “seria o colapso do crescimento do comércio.

O quadro não é, ainda, o de uma guerra comercial, porque afeta apenas uma parte limitada do comércio bilateral. Nesta fase, no entanto, não seria muito realista ignorar movimentações adicionais por parte dos Estados Unidos. Podemos imaginar tarifas sobre todas as importações chinesas e de outros países asiáticos. Além disso, o NAFTA pode ser quebrado, dado que os Estados Unidos da América podem deixar de participar. Nesse cenário, ou noutro que envolva, por exemplo, a União Europeia, enfrentaríamos uma guerra comercial. Isso teria graves consequências, com uma queda no crescimento do PIB global de 0,5 pontos percentuais”, refere o relatório divulgado pela Crédito y Caución.

O segundo maior risco global para as previsões da seguradora tem a ver com uma viragem na política monetária dos Estados Unidos. Se a Reserva Federal acelera o aumento das taxas de juros, “poderia desencadear uma saída dos fluxos de capital das economias emergentes, o que prejudicaria as suas finanças e oportunidades de crescimento. Nesse cenário, as empresas, famílias e governos em todo o mundo enfrentarão custos financeiros mais elevados. Isso irá desacelerar o crescimento global“.

O relatório refere quatro outros riscos globais que não podem ser descartados, embora na opinião da seguradora sejam muito mais improváveis e de efeitos mais moderados. São eles uma queda repentina do crescimento na China, uma correção brusca dos mercados financeiros, os riscos geopolíticos ou a volatilidade do preço do petróleo.

Publicidade

E-commerce da Luís Simões alcança as 4.000 expedições diárias

Emirates lança seleção de vinhos Vintage Collection