in

E-commerce da Luís Simões alcança as 4.000 expedições diárias

A Luís Simões avança na sua estratégia de logística para o e-commerce, um serviço em crescimento nos últimos anos, motivado pelas mudanças nos hábitos de consumo. Uma transformação que a operadora já tem totalmente integrada nas suas operações diárias desde 2013, para a qual conta com mais de 5.000 metros quadrados dedicados a este tipo de serviços, que lhe permitem levar a cabo cerca de 4.000 expedições diárias de e-commerce.

Entre as soluções oferecidas pela Luís Simões aos seus clientes nesta área destacam-se o armazenamento, a preparação de pedidos por unidade, o packaging, a gestão administrativa ou a distribuição. Algumas tarefas que a operadora ajusta às necessidades de cada cliente e que, em 2018, estima que poderão reportar mais de 2,2 milhões de euros em faturação a nível ibérico.

O armazém de Cabanillas del Campo foi a mais recente incorporação neste tipo de serviços com a entrada da Nestlé Dolce Gusto, um novo cliente estratégico na área de e-commerce que permitirá que esta plataforma de mais de 66.000 metros quadrados reforce a sua posição como espinha dorsal da atividade da Luís Simões em Espanha.

Também em Portugal, a Luís Simões conta com operações de e-commerce nas suas plataformas de Vila Nova de Gaia, Carregado e Azambuja, com clientes como a Nespresso, O Boticário, Concentra, com distribuição em todo o território nacional, e CR7 Shoes, que inclui envios para todo o mundo.

No âmbito do seu compromisso em promover este tipo de operações, que se caracterizam pela existência de altos picos de procura e um elevado nível de exigência em termos de datas e prazos de entrega, a operadora reforçou o seu investimento em ferramentas tecnológicas que permitem melhorias ao nível de agilidade e eficiência. Um investimento que resultou de uma implementação de soluções como “pick & put to light”, bem como outras destinadas a apoiar as operações realizadas no armazém e cujo principal objetivo é aumentar a sua eficiência nas tarefas de “picking” e minimizar ao máximo a probabilidade de erro.

Da mesma forma, a Luís Simões trabalha também na implementação de novas e melhores opções de packaging que permitam melhorar a experiência de compra online dos seus clientes na chamada “a última milha”.

Publicidade

Milaneza lança novas massas integrais com fibra de aveia

Protecionismo dos Estados Unidos é o principal risco global de 2018