in , ,

Procura por serviços de aquecimento dispara

38% diz não ter dinheiro para melhorias térmicas

Foto Shutterstock

O frio está a regelar os lares portugueses e um inquérito da Fixando a 6.300 pessoas, entre os dias 1 e 15 de janeiro, aponta para uma hipotermia generalizada e que fez disparar em 67% a procura de serviços de aquecimento em apenas 15 dias.

De acordo com o estudo, 44% afirma que a sua casa é desconfortável a nível térmico, 59% diz sentir a sua casa mais fria em comparação com o ano anterior e 54% considera o isolamento térmico da sua casa muito deficiente.

Os equipamentos mais utilizados para aquecer a casa são o termo ventilador (27%), o aquecedor a óleo (26%), a lareira tradicional (19%), o recuperador de calor (16%) e o aquecimento central (16%).

 

Gastos

Em média, os inquiridos gastam mais 15 euros mensais em luz e gás este inverno, em comparação com o inverno passado, sendo que o valor médio para 2020 era de 69 euros e o de 2021 localiza-se nos 84 euros por agregado familiar. 68% dos inquiridos afirma estar muito preocupado com o potencial aumento da conta de luz e gás, resultado de um novo confinamento e, consequentemente, de mais tempo em casa, e 38% afirma que não pode fazer melhorias, pois não tem disponibilidade financeira neste momento.

O serviço de instalação, reparação e manutenção de lareiras, chaminés e salamandras representa 42% da procura, seguindo-se a instalação e reparação de ar condicionado e ventilação (29%), instalação e reparação de sistemas de aquecimento (20%) e instalação e reparação de isolamentos (9%).

 

Valor dos serviços

Os profissionais do sector terciário – em rutura total há largos meses – diminuíram também o valor de alguns dos serviços a prestar nesta área do aquecimento. Por exemplo, face a janeiro de 2020, em que o serviço de instalação, reparação e manutenção de lareiras, chaminés e salamandras rondava os 145 euros, ronda agora os 91 euros.

O serviço a instalação e reparação de ar condicionado e ventilação também foi reduzido face a janeiro de 2020 e fixa-se agora nos 148 euros contra 156 euros do ano anterior. Já a instalação e reparação de sistemas de aquecimento sofreu um acréscimo de 542 euros (em janeiro de 2020) para os 608 euros (em janeiro corrente).

Publicidade

P&G

Vendas da P&G crescem 8% no último trimestre

LEGO Ninjago

LEGO Ninjago celebra o seu 10.º aniversário com novos sets e colaborações