in

Primark teme impacto adicional de centenas de milhões de libras de vendas perdidas

Foto bildobjektiv/Shutterstok

A Primark emitiu um aviso sobre os seus resultados, numa altura em que dois terços das lojas estão fechadas, devido às medidas mais rigorosas para conter a Covid-19.

A retalhista de moda teme que as novas restrições possam levar a mais de 200 milhões de libras de vendas perdidas.

 

Novas medidas restritivas

A AB Foods, proprietária da Primark, estima que as perdas de vendas relacionadas com a Covid-19 possam ascender a 650 milhões de libras, cerca de 723 milhões de euros, acima dos 430 milhões de libras (478 milhões de euros) previstos no início de dezembro.

O governo de Boris Johnson decidiu ampliar as áreas afetadas pelas medidas de restrição mais severas e que ditam que todas as lojas não essenciais localidades no nordeste de Inglaterra, na área de Manchester, grande parte das Mindland e sudeste deverão permanecer encerradas.

De acordo com o The Guardian, dois terços das lojas da Primark a nível mundial estão encerradas, o que representa um duro golpe para a cadeia que não tem o online como rede de apoio, uma vez que não vende através deste canal, ao contrário de muitos concorrentes.

Publicidade

Philips

Compradores chineses perfilam-se para a compra do negócio de pequenos domésticos da Philips

Pagamento

Empresas portuguesas não cumprem prazos de pagamentos