in

Preço de 1 litro de Coca-Cola aumenta 3,65% com subida do imposto

A subida de tributação nas bebidas não alcoólicas com mais açúcar vai fazer aumentar o preço de uma garrafa de um litro de Coca-Cola com 106 gramas de açúcar por litro em cerca de 3,65%.

Este é um dos casos simulados pela consultora PricewaterhouseCoopers citados pela Lusa que mostra que a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) entregue na Assembleia da República volta a aumentar o preço das bebidas com maior teor de açúcar.
Segundo a consultora, no caso de uma garrafa de dois litros de 7Up com um teor de açúcar de 110 gramas por litro, o aumento chega aos 4,06%. Já uma garrafa de 250 mililitros de Red Bull com um teor de açúcar de 110 gramas por litro terá um aumento de 0,76%.

Atualmente, de acordo com o código dos Impostos Especiais sobre o Consumo (IEC), as bebidas cujo teor de açúcar seja inferior a 80 gramas por litro ficam sujeitas a um imposto de 8,22 euros por cada 100 litros. Já aquelas em que o teor de açúcar ultrapassa aquela quantidade são tributadas em 16,69 euros por cada 100 litros.

A proposta de orçamento para o próximo ano prevê a introdução de dois novos escalões de tributação. No primeiro, para as bebidas cujo teor de açúcar é inferior a 25 gramas por litro, o imposto a pagar será de um euro por cada 100 litros. O segundo escalão prevê que as bebidas com açúcar entre 25 e 50 gramas por litro fiquem sujeitas a um imposto de seis euros por cada 100 litros. O terceiro, onde se enquadram as bebidas cujo teor de açúcar varia entre os 50 e os 80 gramas por litro, prevê que o imposto a pagar deverá ser de oito euros por cada 100 litros. No último escalão, para as bebidas com mais de 80 gramas de açúcar por litros, o imposto a pagar será de 20 euros por cada 100 litros.

Publicidade

Pingo Doce lança novo saco de compras com 80% de plástico reciclado pós-consumo

Claire’s sai de insolvência