in

Imposto sobre as bebidas açucaradas entra em vigor no Reino Unido

Dois anos depois do então ministro da Economia, George Osborne, ter anunciado a medida, entrou finalmente em vigor o imposto sobre o açúcar nas bebidas refrescantes, com o qual o Governo britânico quer desincentivar o seu consumo e combater a obesidade.

Neste período, a indústria transformou os produtos que disponibiliza no Reino Unido. Segundo a Brandview, a redução média dos açúcares em toda a categoria foi de 15%, desapareceram produtos com açúcar acrescentado e multiplicaram-se as referências com edulcorantes artificiais, reformulações dos produtos já existentes ou novas versões. Quem decidiu manter a fórmula, optou por diminuir o tamanho da embalagem, caso de algumas referências da Coca-Cola e Pepsi.

De acordo com o Retail in Detail, os retalhistas também renovaram a sua oferta de marca própria. A Tesco, por exemplo, pouco depois do anúncio da medida, dava baixa a várias referências de bebidas açucaradas, que substituiu por alternativas com menos deste ingrediente. Atualmente, apenas 15% da sua gama é visada pelo imposto.

Publicidade

Coca-Cola introduz-se nas bebidas com soja

Meu Super chega à Costa da Caparica