in

O consumidor está cada vez mais sensível ao preço

Foto Shutterstock

Com a chegada do novo normal após a vacinação, haverá uma maior preocupação com o preço dos produtos. Aos poucos, o consumo fora de casa e outras possibilidades de gasto estão a recuperar, por isso, o consumidor precisa de priorizar onde gasta o seu dinheiro. Assim, o preço torna-se, neste contexto, uma ferramenta útil para reter e atrair o consumidor.

Esta foi uma das conclusões do webinar “Compreendendo como o preço afeta as minhas vendas”, organizado pela IRI em Espanha e divulgado pela Financial Food.

Por outro lado, devido à pandemia, novos modelos de negócios surgiram impulsionados pela digitalização. Estes novos “players” trabalham com margens mais folgadas e prazos de entrega apertados. Competir com estes operadores envolve um custo alto para quem tem modelos de negócios mais clássicos, o que poderá afetar diretamente o custo do produto.

 

Estratégia de preços

No entanto, quem decidir adaptar-se a este novo paradigma por meio de uma estratégia de preços deve basear-se em dados de mercado atuais, analisados ​​como um todo. É preciso examinar quanto o preço pesa na decisão de compra, em cada categoria, em relação a outros valores, como o formato, a marca ou a embalagem.

Além disso, é fundamental ter-se em conta fatores como preço ou promoções dos concorrentes, investimento em media ou outras especificidades, como a sazonalidade, para estabelecer uma estratégia de preços que ajude ao melhor posicionamento possível.

Publicidade

Mateus Rosé

Mateus Rosé lança nova campanha

Rui Nunes, Portugal Insect

Portugal autoriza uso de insetos na alimentação humana