in

Lidl prepara entrada no mercado norte-americano

O Lidl está a ultimar a sua entrada no mercado norte-americano, num investimento total de 178,7 milhões de euros.

O grupo retalhista alemão anunciou que estabelecerá a sua sede em Arlington e que abrirá escritórios regionais e um centro de distribuição em Spotsylvania, no estado da Virgina. A abertura destes ativos criará cerca de 700 postos de trabalho.

Para já, ainda não se sabe a data de início de atividade nem quantas lojas estão contempladas no plano de expansão nos Estados Unidos da América, embora se preveja o arranque em 2018 com uma centena de pontos de venda. O processo será liderado por Brendan Proctor, antigo CEO do Lidl na Irlanda e que vai assumir as mesmas funções nos Estados Unidos da América.

O Lidl procura, assim, obter uma fatia de mais um mercado onde já está presente o seu grande concorrente. No mercado norte-americano, o Aldi possui 1.400 lojas e continua a apostar na sua expansão, tendo anunciado, recentemente, a abertura dos primeiros 45 pontos de venda no sul da Califórnia em março do próximo ano. Estas inaugurações fazem parte integral de um plano estratégico a cinco anos e que contempla a abertura de 650 novas lojas em todo o país. No final de 2018, o Aldi espera ter duas mil lojas no mercado norte-americano.

Publicidade

E.Leclerc e Rewe unem-se para criar central de compras

Pescanova avalia possível saída de Portugal