in ,

Heineken anula as previsões para 2020

A Heineken anulou todas as previsões para o exercício de 2020, fruto da falta de visibilidade sobre a duração do impacto negativo da pandemia da Covid-19, que, segundo antecipa, será maior no segundo trimestre.

Em 2019, a cervejeira holandesa teve um lucro líquido de 2.166 milhões de euros, 13,9% mais. Antes da crise do coronavírus, esperava um resultado similar para o atual exercício.

A multinacional explica que, como consequência da propagação da Covid-19, muitos países adotaram medidas de contenção, incluindo restrições à circulação dos cidadãos e encerramentos de estabelecimentos. Nalguns casos, houve até o fecho forçado das unidades de produção. “Isto constitui um importante evento macroeconómico negativo que está a ter um impacto substancial nos mercados e nos negócios da Heineken”, indica a cervejeira. “Espera-se que o impacto piore no segundo trimestre”, adverte a empresa, que nos primeiros três meses de 2020 registou uma queda orgânica dos volumes de 4% e que, no caso da cerveja, foi de 2%.

Publicidade

Comércio mundial de mercadorias pode cair até 32%

Tesco

Lucros da Tesco caem 24%