in

Heineken sobe vendas e lucros

A Heineken faturou 10.475 milhões de euros no primeiro semestre, mais 3,8% face ao período homólogo anterior. Até junho, em termos orgânicos, o crescimento foi de 5,7%.

Em volume, as vendas alcançaram os 101,3 milhões de hectolitros, mais 4,4% que os 97 milhões conseguidos no primeiro semestre de 2016.

Os lucros líquidos dispararam 48,6%, para os 871 milhões de euros. Jean-François van Boxmeer, CEO da Heineken, destaca os resultados sólidos conseguidos pela cervejeira, “com contribuições positivas das nossas quatro regiões para o crescimento orgânico em volume, as vendas e o lucro operacional”. O gestor salienta o mercado europeu com bons resultados, a solidez na América e Ásia-Pacífico e a melhoria em África, Médio Oriente e Europa de Leste, apesar das difíceis conduções do mercado.

Publicidade

Publicidade

Maior empresa de lacticínios em Angola duplica produção

Jungheinrich premeia equipa vencedora na prova de gincana