in ,

Grupo Metro melhora previsões de vendas e de lucros

O Grupo Metro, proprietário da Makro, melhorou as suas previsões de vendas e EBITDA para o conjunto do seu exercício fiscal, fruto de um desempenho melhor do que o esperado após a flexibilização de algumas medidas para conter a pandemia.

No que se refere às vendas, o grupo alemão reduziu a queda inicialmente prevista entre 3% e 6% para entre 0,5% e 3,5%. No caso do EBITDA, as estimativas passaram de estar entre menos 50 milhões e menos 175 milhões de euros para entre 50 milhões de euros e menos 75 milhões de euros.

 

Resultados

O grupo divulgou os seus resultados financeiros para os primeiros nove meses do seu ano fiscal, reportando um lucro líquido ajustado de 31 milhões de euros, o que compara com os prejuízos de 135 milhões de euros sofridos no mesmo período do exercício anterior. O EBITDA aumentou 68%, para os 845 milhões de euros.

Por seu turno, as vendas atingiram os 17.635 milhões de euros, 7,8% menos. O mercado espanhol e o negócio Pro à Pro, em França, conseguiram os maiores aumentos de vendas no último trimestre, com rácios de crescimento superiores a 50%. “As nossas análises mostram que nos países com um Horeca forte – França, Itália, Espanha e Alemanha – mantemo-nos acima do nível do mercado”, comenta Steffen Greubel, CEO da Metro.

No total, as vendas no terceiro trimestre totalizaram 6.247 milhões de euros, o que representa uma subida de 12,2% face ao mesmo período de 2020. O resultado passou de menos 140 milhões a 63 milhões de euros, enquanto o EBITDA quase que duplicou (85%), para os 325 milhões de euros.

Cacifos CTT

CTT instalam cacifos em três terminais fluviais

El Corte Inglés reforça campanha interna contra o assédio laboral