Adega de Monção lança Alvarinho Deu La Deu Selvagem

Alvarinho Deu La Deu Selvagem

Com uma seleção de uvas dos vinhedos mais antigos de Monção, a uma altitude de 250 metros e com uma tecnologia de vinificação ancestral, a curtimenta, ou seja, a fermentação das uvas com o mosto, nasce o Alvarinho Deu La Deu Selvagem.

Este novo vinho da colheita de 2017 realiza, segundo a Adega de Monção, uma fermentação à antiga, permanecendo depois sobre lias, em processo de battonage, durante vários meses até chegar à garrrafa. Foram produzidas 1.700 garrafas de 0,75 litros, 200 de 1,5 litros e 30 de três litros.

 

Alvarinho

Com um teor alcoólico de 12,5%, este vinho 100% Alvarinho caracteriza-se por uma grande capacidade de envelhecimento, podendo, de acordo com a Adega de Monção, ficar até 20 anos em garrafa sem perder as suas qualidades. “Dadas as suas características, é um vinho que se vai poder degustar ao fim de muitos anos“, sublinha.

De aspeto brilhante e cor dourada, o Alvarinho Deu La Deu Selvagem apresenta os aromas típicos da casta Alvarinho, como a lima, o ananás e a manga. “É encorpado e rústico e de sabor intenso à uva alvarinho, sendo uma verdadeira homenagem à região de Monção e Melgaço“.

PepsiCo

Vendas da PepsiCo positivas no 1.º semestre

Auchan Retail

Auchan Retail assina parceria estratégica com a Glovo