in

Vendas d’Os Mosqueteiros crescem 2,1%

As vendas das insígnias do Grupo Os Mosqueteiros na Europa cresceram 2,1% (4,1% se se considerarem os combustíveis).

No seu conjunto, Intermarché, Netto, Bricomarché, Brico Cash, Poivre Rouge e Roady alcançaram uma faturação de 37,58 mil milhões de euros, considerando os combustíveis. Acrescentando o negócio agroalimentar de 4,02 mil milhões de euros, o volume de negócios global na Europa foi de 41,6 mil milhões de euros.

“O crescimento do grupo em 2017 e aceleração da nossa quota de mercado no alimentar confirma a força do nosso modelo de comerciantes independentes. Em 2018, vamos prosseguir neste caminho e reforçar o desempenho dos nossos pontos de venda. Continuamos com o nosso trabalho para responder aos grandes desafios do comércio, com destaque para a transição digital. Iremos trabalhar igualmente para implementar decisões de crescimento externo recentemente concluídas, como a compra de uma participação na Les Comptoirs de Bio ou a aproximação estratégica com a Bricorama”, analisa Didier Duhaupand, presidente do Grupo Os Mosqueteiros.

Na Europa, as vendas do Intermarché e Netto atingiram os 25,36 mil milhões de euros não considerando o negócio dos combustíveis, num crescimento de 1,8%. Em França, a quota de mercado das duas insígnias alimentares elevou-se aos 14,6%.

Já o Bricomarché e o Brico Cash venderam, a nível europeu, 2,58 mil milhões de euros. O Bricomarché prosseguiu com o seu crescimento, com destaque para os 3,1% em Portugal e 14,2% na Polónia.

Publicidade

1% das vendas da Amazon em França são de produtos alimentares

9 em cada 10 Millennials quer ser parte ativa das marcas