in ,

Vendas da Unilever crescem 11,8%

Foto Shutterstock

A Unilever faturou 13.782 milhões de euros, no primeiro trimestre, o que representa um aumento de 11,8% face ao mesmo período de 2021.

Já em termos subjacentes, o volume de negócios da Unilever aumentou 7,3%, em resultado do aumento de 8,3% dos preços e da queda de 1% no volume de vendas. As vendas da divisão de beleza cresceram 7,1%, para 5.742 milhões de euros, enquanto a alimentação evoluiu 6,5%, para os 5.117 milhões de euros. No que diz respeito ao negócio de cuidados do lar, aumentou 9,2%, também em termos subjacentes.

Estamos a reagir bem num ambiente de custos muito desafiante. O crescimento das vendas de 7,3% foi impulsionado por uma forte política de preços, com um impacto limitado no volume no trimestre. Esta ação foi levada a cabo no contexto de aumentos significativos de custos, que aceleraram, ainda mais, durante os primeiros três meses do ano e da tragédia humana da guerra na Ucrânia“, explica o CEO da empresa, Alan Jope.

 

Subida dos preços

Os aumentos de preços permitiram, assim, à Unilever publicar números de crescimento fortes, no primeiro trimestre, enquanto os volumes diminuíram ligeiramente. A multinacional continuará a passar o aumento dos custos, ao longo da cadeia, tendo anunciado que espera subir, ainda mais, os preços e aumentado a sua previsão de inflação de custos, na segunda metade do ano, para 2,7 mil milhões de euros.

Para o ano completo, a multinacional tem como objetivo um aumento do volume de negócios de 4,5% a 6,5 % e uma margem de exploração de 16% a 17 %.

Publicidade

Quintas de Melgaço

Quintas de Melgaço coroada com duplo ouro no Japão

Apple_Right-to-repair_Hero_big.jpg.large_2x

Apple vai vender peças para clientes repararem os seus iPhones