in

Tribunal considera que botão Dash da Amazon viola direitos do consumidor

Um tribunal alemão declarou que o botão Dash da Amazon viola os direitos do consumidor, ao não oferecer informação suficiente sobre os produtos e os seus preços.

A sentença, promulgada em Munique, considera que o processo de compra através destes dispositivos “não é transparente” por, concretamente, não refletir as variações de preço dos produtos e, ao mesmo tempo, pelo facto da Amazon se reservar a possibilidade de enviar um produto equivalente.

O tribunal dá, assim, seguimento a uma denúncia interposta por uma organização de consumidores, que censurava o facto de, no processo de compra através do Dash, a informação sobre a aquisição apenas estar acessível após a encomenda, através da aplicação da Amazon.

A multinacional norte-americana já criticou o veredicto, sublinhando que o botão Dash é perfeitamente legal, e recorreu da sentença, que, no seu entender, “contraria a inovação”.

O sistema Dash consiste num dispositivo Wi-Fi que permite a todos os subscritores do serviço Prime comprarem produtos com o simples premir do botão. Em abril foi lançada uma versão virtual deste serviço, através da app ou da Web da Amazon.

Publicidade

Vendas like-for-like do Grupo Metro crescem 2,3%

Aqui é Fresco celebra 8 anos a dinamizar o comércio de proximidade