in

Preços crescem na zona euro ao nível mais elevado desde o início da pandemia

Foto Shutterstock

Os preços no consumidor na zona euro subiram 0,9% em janeiro, pondo fim a uma série de cinco meses consecutivos de descidas e registando o crescimento mais elevado desde o início da pandemia.

De acordo com os dados do Eurostat, é preciso recuar a fevereiro de 2020 para encontrar uma subida mais significativa dos preços, mais precisamente, cerca de 1,2%.

No conjunto da União Europeia, a situação foi semelhante, com os preços a subirem 1,2% em janeiro, também o valor mais elevado desde fevereiro de 2020. As taxas de inflação mais baixas foram registadas na Grécia (-2,4%) e na Eslovénia (-0,9%). Já as mais elevadas observaram-se na Polónia (3,6%) e na Hungria (2,9%).

 

Portugal

Portugal ficou abaixo da média da zona euro, com os preços a subirem 0,2%. De acordo com o Eurostat, os maiores contributos para o aumento dos preços vieram dos serviços, seguindo-se os bens industriais não energéticos e a alimentação, álcool e tabaco.

Publicidade

Simply Chef

Nestlé continua a apostar na venda direta ao consumidor

FollowYourHeart

Danone aposta no “plant based”