in ,

Portuguesa XnFinity lança um laboratório de inovação de retalho com a Microsoft

A XnFinity e a Microsoft assinaram um acordo de colaboração de modo a lançar um laboratório de inovação de retalho partilhado e incubação em Portugal.

O laboratório é um lugar onde os retalhistas podem ter acesso exclusivo a criadores de inovação e permite reduzir os riscos de investimento para a indústria de retalho online e offline. “Vendo as tendências, necessidades e lacunas, começámos a trabalhar com a Microsoft para lançar um laboratório inovador para o retalho, onde os custos e riscos poderiam ser partilhados por diferentes retalhistas”, explica Orlando Ribas Fernandes, CEO da XnFinity.

Além da sua equipa própria de inovação, com investigadores e engenheiros, o laboratório também incluirá tecnologias de outras startups que permitirão  ter uma visão completa e única do retalho do futuro.

O laboratório também terá uma loja real, com clientes e compras reais, onde todas as inovações e startups serão testadas e validadas antes de serem oferecidas aos retalhistas. Atualmente, o laboratório já possui um portfólio de soluções, como, por exemplo, a análise de sentimento do cliente, análises através de machine learning e deeplearning. Outras soluções de startups incluem robótica, soluções para comércio eletrónico e soluções de inteligência artificial para lojas. “Os retalhistas que pertencerem ao nosso ecossistema terão acesso exclusivo à nossa tecnologia inovadora, acesso à nossa equipa de inovação, PoC (provas de conceito) e até mesmo ao código fonte sem custos adicionais. O laboratório irá funcionar como o seu próprio departamento de inovação“, acrescenta Orlando Ribas Fernandes.

O laboratório irá trabalhar muito em tópicos que farão a diferença, como envolvimento e satisfação do cliente. Ajudará a aprender sobre o comportamento do cliente nas lojas, para ser possível adaptar e reagir em tempo real. O uso de tecnologias de inteligência artificial, como deep learning, será um fator diferenciador nesta indústria. “Se estamos a trabalhar com orçamentos de inovação muito rigorosos, devemos de nos concentrar em resolver problemas reais rapidamente, agregar valor e obter um bom ROI. Vamos direcionar métricas que validam a diferença do uso de tecnologias disruptivas. Todas as empresas devem ter acesso à inovação e nós iremos forneceremos isso, partilhando os custos e os riscos, democratizando a inovação da inteligência artificial no retalho”.

Paul Maher, Microsoft General Manager da equipa Azure Experiences, reforça que “o serviço oferecido pelo XnFinity economizará tempo e dinheiro, ao mesmo tempo em que dará aos empreendedores uma arena para testar seus produtos em situações reais e obter resultados significativos”.

Candidaturas de empresas portuguesas a incentivos fiscais à I&D crescem 17,5%

Visa previne aproximadamente 25 mil milhões de dólares em fraude através da inteligência artificial