in

Plano de recuperação da Casa aprovado

Casa
Foto StockPhotosArt/Shutterstock

Após ter recebido a aprovação, por parte dos seus credores, do seu plano de recuperação, a Casa International obteve também luz verde por parte dos tribunais.

O plano assegura que todos os credores serão ressarcidos num ano, com os fornecedores a serem reembolsados em 90%, detalha o jornal De Standaard.

 

Prejuízos acumulados

Detida pela família holandesa Blokker, a Casa tem acumulado prejuízos sucessivos. Em 2017, lançou o plano estratégico 20.20, que contemplou um novo centro de distribuição, um novo conceito de loja e uma estratégia omnicanal.

No início do ano, a família Blokker converteu dívida no valor 69,5 milhões de euros em capital, o que foi bem acolhido pelos credores. Contudo, a crise gerada pela pandemia de Covid-19 representou um novo revés, obrigando a empresa a recorrer à ajuda dos tribunais para a sua reorganização.

 

Futuro

Giane Van Landuyt, CEO da Casa, mostra-se, agora, confiante quanto ao futuro. “A perseverança e resiliência dos nossos colaboradores nos oito países onde operamos ajudou-nos a recuperar parte das receitas perdidas após o primeiro confinamento”, comenta.

O plano de recuperação reforça a aposta na digitalização.

John Lewis

John Lewis acaba com as suas ambições internacionais

shutterstock_430375738

Até 2030, as máquinas inteligentes conectadas ganharão preponderância