in ,

Nestlé paga 5,9 mil milhões de euros para vender café da Starbucks

A Nestlé vai pagar à Starbucks 5,9 mil milhões de euros em numerário pelos direitos de venda do café da cadeia norte-americana de cafetarias.

A partir do próximo ano, a multinacional suíça vai passar a oferecer cápsulas com a marca Starbucks para os sistemas Nespresso e Nescafé Dolce Gusto, assim como os produtos de café embalados de marcas como Best Coffee, Starbucks VIA e Torrefazione Italia. Incluída no negócio está também a marca de chá Teavana. Em contrapartida, ficam excluídos os cafés e bebidas prontas a consumir, assim como os produtos à venda nas lojas da Starbucks.

A transação vem reforçar a posição da Nestlé como a maior empresa de café do mundo. De acordo com a empresa helvética, o negócio em questão da Starbucks gera receitas no valor de 1.672 milhões de euros anuais. “Com a Starbucks, Nescafé e Nespresso, juntamos três marcas icónicas no mundo do café”, sublinha Mark Schneider, presidente da Nestlé. “Esta aliança global do café irá levar a experiência Starbucks às casas de milhões por todo o mundo, através do alcance e da reputação da Nestlé”, acrescenta, por seu turno, Kevin Johnson, presidente da Starbucks.

Esta operação vai implicar a transferência de 500 trabalhadores da Starbucks para o universo Nestlé. Está pendente de aprovação das autoridades da concorrência, o que não deverá acontecer antes do final do ano.

Publicidade

Publicidade

Vinhos Casal Sta Maria distinguidos na Wine Advocate e na Wine Spectator

TomTom lança equipamento de navegação para caravanistas