in

Nestlé apresenta resultados da iniciativa Nescafé Plan

Uma em cada sete chávenas de café consumidas é de Nescafé. No entanto, muitos cafeicultores vivem na incerteza, pelo facto de a saúde das suas plantações e os seus rendimentos estarem sob ameaça permanente. Por essa razão, a Nestlé lançou, há 10 anos, o Nescafé Plan, precisamente para melhorar a vida destes agricultores, produtores de café.

Agora, a Nestlé apresenta os resultados do seu trabalho em prol dos cafeicultores e mostra a forma como o seu plano de apoio ajudou a melhorar o seu rendimento, a reduzir o impacto ambiental das suas plantações e fábricas, contribuindo, simultaneamente, para aumentar o bem-estar das comunidades rurais em muitos países, como o Brasil, a Colômbia, a Costa do Marfim, o Quênia, o México, as Filipinas ou o Vietname.

Na soma dos 10 anos de atividade, a Nestlé investiu 350 milhões francos suíços (325 milhões de euros) no Nescafé Plan e com base no progresso que conseguiu fazer ao longo de uma década a Nestlé anunciou hoje o seu compromisso de aumentar impacto do seu trabalho na promoção da sustentabilidade.

Philipp Navratil, vice-presidente e diretor da Beverages Strategic Business Unit da Nestlé, afirmou: “em conjunto com os nossos parceiros e 230 agrónomos da Nescafé melhorámos a eficiência e as práticas agrícolas nas plantações, permitindo que os cafeicultores obtivessem um preço premium pelo café cultivado de forma sustentável. Diversificámos as fontes de rendimento destes agricultores para reduzir a sua dependência das monoculturas e torná-los mais resilientes. Não vamos parar por aqui. Os nossos programas evoluirão para melhores condições sociais das plantações de café e em todas as estruturas que as rodeiam. Redobraremos os nossos esforços em defesa dos direitos dos trabalhadores, da proteção infantil e da capacitação dos jovens e das mulheres”.

Café de origem responsável

O compromisso da marca Nescafé é ter, em 2025, 100% do seu café de origem responsável, produzido por um grupo de produtores identificado. O café é verificado ou certificado por organizações independentes. Através deste plano, a Nescafé reduzirá e removerá as emissões de carbono nos locais onde adquire café e em todas as suas operações.

A Nescafé utilizará também embalagens ecológicas. Estas são etapas concretas que, entre muitas outras, ajudam a Nestlé a atingir o seu compromisso de ter 100% das suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis até 2025 e também a sua ambição e compromisso de atingir a neutralidade carbónica em 2050.

Neste projeto a Nestlé tem como parceira a Rainforest Alliance que avalia todas as atividades nas regiões produtoras de café em todo o mundo para garantir que estas impactam positivamente a vida dos agricultores. A Rainforest Alliance monitoriza regularmente a adoção de boas práticas pelos agricultores e a evolução de indicadores relacionados com a sua atividade como a produtividade.

A nossa parceria com a Nestlé no Nescafé Plan visa melhorar e otimizar a cultura do café. Ao trabalhar em conjunto com a Rainforest Alliance em formação, monitorização e avaliação, Nescafé utilizou dados e evidências para adaptar as suas atividades às dos cafeicultores. Estamos muito satisfeitos por sermos seus parceiros neste caminho“, afirmou Alex Morgan, Chief Markets Officer da Rainforest Alliance.

Nescafé Plan

Com a implementação do Plano Nescafé desde 2010, atualmente, 75% do café dos produtos Nescafé é de origem responsável. Em 2020, a marca Nescafé comprou mais de 649.000 toneladas métricas de café de origem responsável, o maior volume oriundo de um único comprador de café.

A Nestlé distribuiu, ainda, 235 milhões de plantas de café de alta produtividade e resistentes a doenças, superando a meta inicial de 220 milhões. Esta contribuição permitiu a renovação de quase 120.000 hectares de plantações de café em todo o mundo; e desenvolveu e lançou 15 novas variedades de café Arábica e Robusta em cinco países: México, Colômbia, Equador, Filipinas e Tailândia. Estas variedades vegetais têm maior produtividade, resiliência e são de qualidade superior.

Adicionalmente, realizou mais de 900.000 sessões de formação para agricultores em boas práticas agrícolas. Os objetivos eram otimizar a produtividade e os custos, melhorar a qualidade e reduzir a pegada ambiental através de métodos de irrigação ou técnicas de poda eficientes; capacitou mais de 10.000 mulheres e jovens agricultores através de programas de liderança e de formação em planeamento económico familiar; e reforçou os conhecimentos empresariais de mais de 10.000 agricultores, com foco na educação financeira, na manutenção de registos e no empreendedorismo.

A Nestlé publicará um novo e ampliado roteiro de sustentabilidade para a sua marca Nescafé antes do final do ano. A empresa continuará a trabalhar proactivamente para promover um sector cafeeiro mais robusto e sustentável.

Publicidade

teletrabalho

Mais de 65% das empresas querem manter teletrabalho para todos os colaboradores

Kiabi

Kiabi abre comércio eletrónico e várias lojas de roupa em segunda mão