in

Nescafé Dolce Gusto lança cápsulas de bebidas vegetais com café

bebidas vegetais

A marca Nescafé Dolce Gusto anuncia como a sua mais recente novidade, o lançamento das primeiras cápsulas de bebidas vegetais com café. A receita é uma fusão entre um blend de café, confecionado a partir de grãos de café do sudoeste asiático, e três variedades disponíveis em bebida vegetal: amêndoa, aveia e leite de coco.

A preparação da bebida é feita a partir de apenas uma única cápsula e, consoante o modelo da máquina do consumidor, é possível selecionar a temperatura e quantidade a gosto. Todas as opções possuem certificação vegan, fazendo parte da estratégia “plant based” da Nestlé.

Existe uma tendência crescente pela procura de produtos ‘plant based’, seja por questões de saúde ou necessidades específicas da alimentação, mas também por pessoas flexitarianas ou que simplesmente gostam deste tipo de opções, como é o caso das bebidas vegetais”, explica Teresa Roseta, responsável de Marketing de Cafés da Nestlé Portugal. “Nesse sentido, a criação deste novo produto de Nescafé Dolce Gusto surgiu de uma forma muito natural”, continua.

Os novos produtos Nescafé Dolce Gusto, em formato de 12 cápsulas, já estão disponíveis em várias lojas de retalho e na loja online.

 

Bebidas vegetais

Tem sido uma preocupação por parte da Nestlé criar soluções que satisfaçam a procura crescente no mercado deste tipo de opções, motivo pelo qual o grupo tem apostado numa estratégia de mais produtos à base de ingredientes de origem vegetal.

No final do ano passado, também a marca Nescafé anunciou o lançamento das suas primeiras bebidas vegetais solúveis de café, nas mesmas variedades: amêndoa, aveia e leite de coco. Este produto é de preparação rápida e prática, apresentando uma textura suave e cremosa. Com esta inovação, ambas as marcas, Nescafé Dolce Gusto e Nescafé, são pioneiras na vertente vegan, em cada um dos seus segmentos.

Mercadona

Mercadona vende 186 milhões no primeiro ano completo em Portugal

exportações

Exportações de vinhos portugueses com arranque positivo em 2021