in ,

L’Oréal e Albéa desenvolvem um tubo de papel para embalagens de cosméticos

O Grupo L’Oréal e a empresa de soluções de embalagens sustentáveis para produtos de beleza Albéa anunciaram o desenvolvimento do primeiro tubo cosmético feito à base de papelão, no qual o plástico é maioritariamente substituído por um material semelhante a papel, com certificado biológico.

Esta inovação apresenta-se como uma solução alternativa a alguns tipos de embalagens de cosméticos de plástico e a primeira produção industrial está planeada para o segundo semestre de 2020. Os seus benefícios ambientais vão ser testados por uma análise multicritério do ciclo de vida.

A parceria reflete as ambições da L’Oréal e da Albéa no que respeita à responsabilidade social corporativa, assim como a sua assinatura do Compromisso Global por uma Nova Economia do Plástico da Fundação Ellen MacArthur. Adicionalmente, este projeto demonstra que a colaboração entre líderes da indústria é essencial para o desenvolvimento de avanços inovadores significativos.

Segundo Philippe Thuvien, vice-presidente de Embalagens & Desenvolvimento da L’Oréal, “desde 2007 temos melhorado, constantemente, a pegada ambiental das nossas embalagens. Agora, vamos dar mais um passo e lançar esta tecnologia à base de papel certificado. Ao trabalhar de perto com a Albéa, para co-desenvolver esta inovação, o nosso objetivo é criar um tubo à base de papel para as nossas embalagens de cosméticos. Temos como alvo um primeiro lançamento no mercado em produtos de cuidados para a pele, no segundo semestre de 2020. A L’Oréal está comprometida em melhorar o perfil ambiental ou social de 100% das suas embalagens até ao final de 2020. Esta solução alternativa e inovadora é parte integrante da estratégia de embalagens do grupo”.

Publicidade

Publicidade

Jorge Morgadinho assume direção global dos Serviços de Desenvolvimento da Sonae Sierra

Cervejas Super Bock Selecção 1927 e Coruja premiadas em competição internacional