Sociedade Ponto Verde e L’Oréal transformam embalagens de plástico usadas em arte

Criar peças de arte a partir de embalagens usadas de plástico é o objetivo do Reborn – The Beauty in Recicled Art.

O projeto da L’Oréal Portugal, em parceria com a Arte Viral e a Sociedade Ponto Verde, vai desafiar 20 jovens artistas a darem largas à imaginação e a transformarem 80 quilogramas de embalagens vazias em peças de arte.

A Sociedade Ponto Verde associou-se a esta causa de forma a ajudar a marca e os artistas a tirarem todo o partido das embalagens usadas, ajudando-os, simultaneamente, a perceber a importância de dar uma nova vida aos nossos resíduos e a preservar os recursos do planeta.

A iniciativa arranca já no dia 29 de setembro, na Academia L’Oréal, na qual a Sociedade Ponto Verde é uma das convidadas para dar um workshop sobre a importância da mudança de comportamentos para uma economia mais circular. Neste encontro, que pretende juntar criatividade, sustentabilidade e integridade artística, cada um dos artistas participantes receberá quatro quilogramas de embalagens vazias de cosméticos prontas a tornarem-se numa criação artística.

Das 20 obras criadas, três serão selecionadas, no dia 18 de outubro, para estarem expostas no “It’s Happening”, um festival cultural que decorrerá nos dias 20 e 21 de outubro, na Escola Secundária António Arroio, em Lisboa. O evento visa desenvolver soluções sustentáveis recorrendo à arte, promover jovens artistas, consciencializar para o papel da arte na sociedade, ao mesmo tempo que incentiva a comportamentos e atitudes em prol do ambiente.

Publicidade

Publicidade

Henkel atenta a potenciais aquisições

Costa Coffee pode entrar nas prateleiras dos supermercados